• Home
  • Junta de Ferragudo apela a pistas sobre casos de maus-tratos a animais

Junta de Ferragudo apela a pistas sobre casos de maus-tratos a animais

0 comments

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

A Junta de Freguesia de Ferragudo apela a quem «tenha pistas» sobre os casos de maus-tratos a animais conhecidos na passada semana na área daquela freguesia que as façam chegar à autarquia ou à autoridade competente, «pois, mesmo anónimas, poderão ajudar a encontrar o culpado(s)».

Luís Alberto, presidente da Junta, classifica os maus-tratos como «atos inumanos» e diz que, apesar de «se desconhecerem os seus perpetradores», há a suspeita que serão da autoria «do mesmo individuo ou indivíduos».

O autarca acrescenta julgar que «esta situação é exterior aos cidadãos de Ferragudo e que o nosso território tem servido apenas como “local do crime”».

Um dos casos é o do cão que foi salvo na passada terça-feira pela equipa de grande ângulo dos Bombeiros Voluntários de Lagoa. O animal tinha sido atirado do cimo de uma arriba com 20 metros de altura junto à Ponta do Altar, com um tijolo preso ao pescoço, para se afogar no mar. Valeu ao bicho que o tijolo ficou preso numa moita, tendo o cão sido ouvido e avistado por uma casal que passeava na falésia e que alertou os bombeiros. O animal foi recolhido no quartel da corporação.

A Junta de Freguesia de Ferragudo informa que «os animais encontrados foram recolhidos e estão a ser tratados por veterinários competentes, bem como usufruem do apoio das associações de proteção aos animais no terreno».

*Esta notícia foi escrita, originalmente, em português europeu e foi mantida em seus padrões linguísticos e ortográficos, em respeito a nossos leitores.

Fonte: Sulinformação

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>