• Home
  • Coordenadora do Canil Municipal de Santa Cruz do Sul (RS) se dedica integralmente aos animais

Coordenadora do Canil Municipal de Santa Cruz do Sul (RS) se dedica integralmente aos animais

0 comments

(Foto: Rodrigo Assmann)
(Foto: Rodrigo Assmann)

As duas casinhas de cachorro localizadas logo na entrada da casa de Bruna Molz, 25 anos, já dão indícios de que, ali, os bichos são prioridade. Neste espaço está localizada a “moradia” dos vira-latas Loba e Zeus, os dois xodós da coordenadora do Canil Municipal de Santa Cruz do Sul. Não bastasse isso, assim que se ingressa na residência, Mel, a Yorkshire, e Thor e Tina, o casal de gatos, se encarregam de receber as visitas.

Quem se depara com esse cenário de cuidado e afeto com os animais, não imagina que em seu ambiente de trabalho a bacharel em Direito mantém uma rotina bem mais complicada. Há mais de dois anos à frente do canil, e outros tantos como voluntária ativa pela causa, Bruna acumula um grande número de histórias que envolvem maus-tratos e abandono. A motivação para atender às ocorrências mesmo nos finais de semana ou fora do expediente, ela revela sem hesitar: “Impossível não se emocionar ao resgatar um bicho e enxergá-lo forte e feliz depois. Essa é a minha recompensa.” Em situações extremas, Bruna, que também é vegetariana, faz a própria casa de lar temporário. “Difícil é se desfazer depois”, descontrai aos afagos com Hulk, o filhotinho que já encontrou um novo lar.

A trajetória da ativista começou na infância, no tempo em que, incentivada pelos pais e pela avó – que chegou a abrigar 38 gatos em casa –, recolhia cachorros abandonados e procurava famílias que ficassem com eles. O maior impulso, porém, foi resultado de uma grande tristeza. Sua primeira cachorrinha, Fifi, foi queimada com óleo quente e não resistiu aos ferimentos. Desde lá, o que parecia apenas um acentuado carinho pelos mascotes se tornou uma espécie de missão. E ninguém mais segurou a Bruna.

“Às vezes minha mãe me xinga, diz que eu não devo ir sozinha até os locais onde eles são maltratados. Mas eu vou igual”, diz ela que já tem na bagagem, inclusive, um boletim de ocorrência por invasão de domicílio ao tentar salvar um animal. “No início eu ficava muito nervosa, chorava. Hoje confesso que já não me espanto mais com nada. A prática me ensinou a ser mais racional.”

“Ter animal de estimação é assumir um compromisso”

Desde que assumiu a coordenação do Canil Municipal, o trabalho público voltado aos animais ganhou destaque em Santa Cruz do Sul. Entre os projetos dos quais se orgulha estão as feiras de adoção – realizadas de 15 em 15 dias –, a divulgação de animais nas redes sociais e o que intitula de “pronta-entrega”. Se alguém demonstra interesse em acolher ou mesmo oferecer lar temporário ao bichinho, mas não tem condições de buscá-lo, ela mesma executa o deslocamento. O lado ruim ao se mostrar tão disponível, entretanto, ocorre quando pedidos não relacionados à proposta de trabalho do canil chegam até a ativista. “Já recebi muitas ligações ‘sem noção’ mesmo, de pessoas solicitando para trocar de cachorro porque o seu cresceu demais ou de donos que não sabem o que fazer com filhotes e ameaçam matá-los se eu não for buscar. É preciso que todos entendam que o serviço do canil é atender animais em situação de abandono ou que precisam de ajuda”, reforça.

Para levar adiante essas ações, a santa-cruzense conta agora com o apoio da veterinária Daniela Klafke que, afirma, não mede esforços a fim de garantir o bem-estar dos animais. Bruna também não esquece de destacar as atividades promovidas pelos grupos que atuam no município. “Esses voluntários realizam um trabalho magnífico. Com o próprio suor e por meio de doações, não medem esforços na hora de lutar pela causa”, elogia.

Depois de presenciar casos de maus-tratos e até tortura contra cães e gatos, Bruna, que fez seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) focado no direito animal, luta para que a adoção seja feita de forma plenamente responsável. “Ter um animal de estimação hoje, é assumir o compromisso de que ele vive de dez a 18 anos e que precisa de amor e carinho, caso contrário adoece”, frisa. É a busca pelo bem-estar animal que não tem hora e nem local para se encerrar.

Carreira

Antes de ingressar no cargo público, Bruna já era conhecida entre os santa-cruzenses por conta de sua carreira como modelo. Em 2008, como Musa do Futebol Clube Santa Cruz, conquistou o título de Musa do Gauchão. No mesmo ano, como Musa do Internacional, concorreu a musa do Campeonato Brasileiro. Em 2011, a loira de olhos azuis foi coroada princesa da Oktoberfest. Um ano mais tarde, concorreu a uma vaga na Câmara, em campanha que teve como mote a defesa pelos animais. Entretanto, não alcançou o número de votos necessários para se eleger. Assim que o novo governo assumiu a Prefeitura, Bruna ingressou na Secretaria Municipal de Segurança, Cidadania, Relações Comunitárias e Esporte e, após três meses de insistência, foi transferida para o Canil Municipal, que na época integrava a Vigilância Sanitária. Hoje, o local está sob a responsabilidade da Secretaria de Meio Ambiente.

Agora, graduada em Direito, ela se prepara para o exame da Ordem dos Advogados (OAB) e, mais tarde, pretende cursar uma especialização em Direito Ambiental. “Muitos me perguntam se eu quero seguir carreira política, mas confesso que tenho a intenção de focar na área que estudei. Porém, não descarto as possibilidades que surgirem nesta caminhada”, afirma. Atenta aos debates sobre o assunto, Bruna, quando ainda era voluntária, visitou a Secretaria Especial dos Direitos Animais (Seda) em Porto Alegre – criada pela agora deputada Regina Becker, ao lado do prefeito José Fortunati. Estrutura que tem como exemplo na hora de pensar em soluções no setor que trabalha. “É muito difícil ingressar nessa área, pois enquanto buscamos recursos para os animais, muitas pessoas reclamam de falta de estrutura em áreas como saúde e educação. Temos que ir com calma”, comenta. Entre as ações planejadas a longo prazo por ela e pela equipe do canil estão o projeto de ampliar as esterilizações e a criação de uma espécie de hospitalzinho animal.

Fonte: Bicho Mania

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>