• Home
  • Conheça Tagara, a chimpanzé que vive com humanos para escapar do tráfico de animais

Conheça Tagara, a chimpanzé que vive com humanos para escapar do tráfico de animais

0 comments

Fotografia © LUÍS FONSECA / LUSA
Fotografia © LUÍS FONSECA / LUSA

Tagara vive temporariamente com um funcionário do Instituto da Biodiversidade e Áreas Protegidas que a encontrou na casa de um suspeito de tráfico de animais selvagens.

A pequena Tagara acorda quase sempre pelas 06:30. Aparenta ter menos de 24 meses e dorme num colchão no canto de um quarto de família, no bairro de Quelelé, em Bissau. Mas esta nunca poderá ser a sua casa, nem esta a sua família.

Tagara é um animal em vias de extinção, um chimpanzé fêmea do Parque Nacional das Florestas de Cantanhez, no sul da Guiné-Bissau. Está a viver temporariamente na casa do funcionário do Instituto da Biodiversidade e Áreas Protegidas (IBAP) que a resgatou: Inácio Tavares encontrou-a numa aldeia remota do sul, em casa de um suspeito de tráfico de animais selvagens.

Um chimpanzé como Tagara “pode valer 300 mil francos CFA [cerca de 460 euros]. Equivale ao rendimento de um ano para algumas famílias guineenses”, explica Rui Sá, docente da Universidade Lusófona de Bissau e investigador da Universidade de Coimbra em Antropologia Biológica que se tem dedicado ao estudo de chimpanzés.

Ninguém sabe ao certo quantos são tirados do habitat na Guiné-Bissau, mas a nível mundial as Nações Unidas estimam que 3.000 grandes símios sejam traficados por ano (dados de 2013) a partir das florestas de África e do Sudeste Asiático.

Segundo os mesmos dados, dos 22 mil grandes símios capturados desde 2005, 64% eram chimpanzés que acabaram vendidos, mortos em caçadas ou em cativeiro.

*Esta notícia foi escrita, originalmente, em português europeu e foi mantida em seus padrões linguísticos e ortográficos, em respeito a nossos leitores.

Fonte: Diário de Notícias

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Quem comercializa animais, priorizando dinheiro ao invés de vidas, não merece o pão que come nem o ar que respira. Menos do que NADA.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>