• Home
  • Centenas de filhotes de leão marinho são resgatados morrendo em praias da Califórnia

Centenas de filhotes de leão marinho são resgatados morrendo em praias da Califórnia

0 comments

(da Redação)

pupsNúmeros recordes de filhotes de leão marinho têm sido resgatados na costa da Califórnia, Estados Unidos, segundo informações do The Independent.

Em janeiro e fevereiro, cerca de 1.450 leões marinhos filhotes, desnutridos ou agonizando, apareceram nas praias da Califórnia – um número assustador se comparado aos 68 do ano passado.

Imagens capturadas pela SeaWorld San Diego mostram centenas de filhotes entre seis e oito meses de idade sendo alimentados e cuidados.

“Em alguns casos, os filhotes, que têm entre 8 e 9 meses de idade, pesam só um pouco mais do que o peso de nascimento”, afirma Jody Westberg, coordenadora de animais abandonados da SeaWorld San Diego.

Muitos dos leões marinhos são resgatados sofrendo de hipotermia, hipoglicemia, pneumonia, infecções parasitárias, varíola ou outras doenças às quais os animais podem ficar vulneráveis quando seu sistema imunológico está comprometido.

“Eles estão [chegando] extremamente fracos. Não têm reservas de energia. São só osso e pele, definhando, à beira da morte”, disse ao jornal Sacramental Bee o doutor Shawn Johson, diretor do departamento de ciência veterinária no Centro de Mamíferos Marinhos, cidade de Sausalito.

Shawn faz parte de uma equipe que tenta salvar os animais, mas as causas por trás do fluxo repentino de animais doentes continua desconhecida.

Andy Ottaway, porta-voz do grupo de defesa de focas Action Group, declarou: “Estamos muito preocupados que a morte de leões marinhos filhotes na Califórnia seja causada pela mudança climática, com o aquecimento do oceano deslocando presas e gerando fome entre os filhotes que ainda precisam de cuidados”.

Crê-se que o aumento de temperatura dos mares esteja impedindo que as mães de leões marinhos encontrem comida suficiente para seus filhotes. A espécie consome anchovas, sardinhas, cavala e outros peixes.

As mães seriam forçadas a procurar comida cada vez mais longe, deixando seus filhotes sozinhos. Alguns, temendo abandono, tentariam caçar e outros morreriam aos poucos.

Especialistas em vida marinha estimam que até dez mil filhotes nascidos no verão passado podem estar morrendo em quatro ilhas do sul da Califórnia.

Nota da Redação: É contraditório o esforço do SeaWorld para salvar os leões marinhos doentes e sua insistência no lamentável cativeiro de mamíferos, como orcas e golfinhos. A empresa deveria aposentar os animais explorados em seus shows e enviá-los para santuários marinhos, concentrando seu funcionamento no centro de reabilitação e reintrodução de animais em seus habitats. 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>