• Home
  • Após adotar cães, mulher abandona antiga profissão para fotografar animais

Após adotar cães, mulher abandona antiga profissão para fotografar animais

0 comments

(da Redação)

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Após adotar dois cachorros, a ex-técnica em segurança do trabalho Fernanda Lempek mudou sua rotina, hábitos, preocupações e até mesmo profissão. Depois de começar a clicar com o celular seus SRD’s Bob e Boni pelas ruas e praças dos Jardins, em São Paulo, ela resolveu largar a profissão, estudar fotografia, adquirir equipamentos profissionais e investir no ramo de fotos para animais domésticos.

As adoções – Estes números provam que se antes animais domésticos eram destinados a ficar nos quintais das casas e nos cantos das fotografias de família, hoje eles viraram centro das atenções. “Adotei os meus dois ‘filhos’ postei os meus cliques nas redes sociais. Quando comecei a receber pedidos de amigos para fotografar seus animais, percebi que aquele era o meu novo caminho profissional, estava disposta a começar a viver do que eu realmente gosto”, aponta Fernanda.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O serviço – Gaúcha, radicada nos Jardins, em São Paulo, Fernanda dedicou meses para estudos, cursos, workshops e a praticar o que aprendia em lugares públicos de São Paulo e a prestar serviços como fotógrafa de festas e eventos. Naquela fase inicial, Fernanda flagrou momentos inusitados das relações entre tutores e animais paulistanos. A empolgação inicial virou assunto sério a tal ponto de Fernanda se posicionar no mercado como exclusiva para este segmento.

Pose para foto – As imagens ao ar livre são as preferidas da fotógrafa. “Nada contra as chamadas fotos ‘posadas’ ou em estúdio, mas convenhamos que é bem mais interessante deixar eternizados aqueles momentos com risadas espontâneas e flagrar aquele hábito que só um tutor sabe que seu animal tem”, explica Fernanda. Quem se interessa por contratar esse tipo de serviço tem que estar disponível para ter uma conversa prévia de preparação bem cuidadosa para que a sessão de fotos transcorra de forma tranquila. Se o ensaio for de um gato, este será realizado na própria casa onde o bichano vive, para que tudo ocorra com o mínimo estresse possível.

Preparação e doações – Tudo é perguntado: qual o temperamento do cachorro, os petiscos que ele gosta, os brinquedos, as manias, as particularidades… “Esse momento que a gente chama de ‘briefing’ que pode ser muito chato em outros ramos é uma delícia no meu caso. Afinal, quem não gosta de falar sobre o seu animal?”, pergunta Fernanda, aos risos. Ela tutela dois cachorros e, recentemente, um gato, todos adotados. Fernanda tem o hábito de reservar uma porcentagem de seu faturamento e destiná-lo para Organizações Não Governamentais (ONG’s) ou protetores de animais. O objetivo é fazer a sua parte para tornar menos difícil o trabalho de quem se dedica a isso, geralmente com grandes dificuldades.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Para conhecer mais o trabalho de Fernanda Lempek, acesse o site oficial da fotógrafa e sua fan page no Facebook.

Para realizar um orçamento de uma sessão de fotos de seu animal, basta escrever para o e-mail fernanda@fernandalempek.com.br ou entrar em contato pelo telefone 11 -974527671.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Conseguir juntar o útil ao agradável, não é para todos os trabalhadores, assim como não era para a Fernanda antes de descobrir sua verdadeira vocação. Esta, muito mais prazerosa e gratificante, a ver pelo seu deslumbramento, sua empolgação. E assim, aos poucos, cada vez mais pessoas vão dedicando sua vida aos animais, numa verdadeira transcendência corpórea e espiritual de dedicação afetiva para quem já se descobriu galgando a cadeia evolutiva dos sentimentos, da filosofia humanista em favor de criaturas tão maravilhosas.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>