• Home
  • Rinoceronte sobrevivente de caça brutal dá à luz um bebê

Rinoceronte sobrevivente de caça brutal dá à luz um bebê

0 comments

(da Redação)

Foto: Care2
Foto: Care2

Thandi, uma fêmea de rinoceronte da África do Sul que sobreviveu a um cruel ataque de caça há três anos, não só superou as expectativas quanto às poucas chances de sua sobrevivência, como também tem hoje mais motivos para comemoração: o nascimento de um bebê saudável. As informações são da Care2.

Em 2012, Thandi e dois rinocerontes machos foram atacados por caçadores que arrancaram os seus chifres e foram deixados para morrer. Infelizmente os dois machos morreram, mas Thandi, que foi encontrada em uma poça de seu próprio sangue, sobreviveu.

Thandi, quando foi encontrada em uma poça de seu próprio sangue. Foto: YouTube
Thandi, quando foi encontrada em uma poça de seu próprio sangue. Foto: YouTube

Ela enfrentou um longo caminho até a recuperação e passou por múltiplas cirurgias e procedimentos, incluindo um enxerto de pele, para curar a sua face e evitar que se infectasse. Apesar do desgosto e do sofrimento pelos quais ela passou, a sua história também é de resiliência. Ela oferece esperança àqueles que continuam a lutar para proteger esta espécie, e tem atraído a atenção de pessoas como o ex-jogador da NBA, Yao Ming, que fala em nome dos elefantes e rinocerontes.

Agora, ela traz ainda mais esperança com o nascimento de um filhote. No final de  2013, um teste sanguíneo confirmou que ela estava grávida, o que deixou os seus cuidadores esperando ansiosamente pela chegada do bebê, que era estimada para dezembro.

Dois guardas da Reserva de Kariega, na África do Sul, onde Thandi vive, foram os primeiros a ver o pequeno, e os cuidadores, que observaram à distância, relataram que ela e o filhote pareciam saudáveis.

“Tenho certeza de que toda a comunidade de defensores dos rinocerontes está compartilhando com alegria este maravilhoso nascimento. A história de Thandi sempre foi um incrível testemunho da vontade de sobreviver contra todas as previsões opostas. Ela é uma representante do que a sua espécie enfrenta perante a atual crise de caça. Se a sua sobrevivência já havia nos dado inspiração, o nascimento de seu filhote traz uma nova dimensão à esperança, mostrando que uma futura geração é possível se voltarmos as nossas mentes e corações para isso”, disse o Dr. William Fowlds, um veterinário de animais selvagens que cuidou de parte do tratamento de Thandi.

O fotógrafo de vida selvagem e cineasta Adrian Steirn foi capaz de fotografar Thandi e o seu filhote após o nascimento. Steirn afirmou que essa foi uma experiência única em sua vida. “Vê-la com um bebê bonito e saudável é verdadeiramente um privilégio e deveria inspirar otimismo e compromisso renovado em proteger essas incríveis criaturas”, declarou.

A África do Sul é lar da maior população de rinocerontes do mundo, mas a demanda por seus chifres continua a conduzi-los à morte, e a caça segue representando uma séria ameaça à sua futura sobrevivência.

Foto: YouTube
Foto: YouTube

Em um comunicado, a reserva citou números do Departamento de Relações Ambientais da África do Sul mostrando um aumento dramático no número de rinocerontes sendo caçados nos últimos anos. Só no ano passado, 1.116 rinocerontes foram mortos, enquanto uma estimativa de cinco anos contou 3.569 mortos por caçadores. Todas as cinco espécies remanescentes estão na Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN, sendo que três delas são consideradas criticamente ameaçadas, deixando a comunidade conservacionista preocupada pois, se a caça continuar nas taxas atuais, a extinção é uma possibilidade real em um futuro próximo.

No momento, a reserva diz que está fazendo tudo que está ao seu alcance para garantir a segurança de seus residentes rinocerontes, e que fechou a área onde Thandi e seu bebê estão, em um esforço para assegurar que eles não sejam perturbados. Espera-se que os seus esforços sejam recompensados e que este pequeno bebê prospere, trazendo uma força renovada para a luta dos que batalham contra a caça e o tráfico da vida selvagem.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>