• Home
  • Policial militar mata poodle em Paranaguá (PR) e alega legítima defesa

Policial militar mata poodle em Paranaguá (PR) e alega legítima defesa

0 comments

Por Adriane Vilhalva (da Redação)

Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução

Um policial militar está sendo acusado de matar um poodle a tiros. O caso aconteceu na Ilha dos Valadares, em Paranaguá (PR).

Segundo o Diário da Verdade, o PM alega legítima defesa.

Moradores da região estão inconformados com o ocorrido. Na hora o crime, além do policial e da vítima – o poodle assassinado – estava uma criança, que tinha o cão como seu melhor amigo e presenciou toda a crueldade.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Ai está um humano que não tem as mínimas condições de pertencer a uma corporação que trabalha para combater atos criminosos.
    Vamos acompanhar sempre

  2. Provavelmente esse policial muito valente e machão atrás de sua arma queria matar a criança também porque poodles e crianças são criaturas muito perigosas, e o ameaçam.
    Esse tem dedo mole, qualquer hora mata um velhinho ou um bebe e vai dizer que foi bala perdida! Ou que foi agredido pelo inocente…

  3. Meu Deus, como legítima defesa???? Já virou jargão dos PMs exterminar e se esconder por trás dessa frase, mas nesse caso o cara extrapolou, heim? Isso não pode ficar assim!!!!!

  4. E pior que mesmo prendendo um sujeito destes em um hospital psquiatrico que infelizmente é impossível ainda no brasil a vida do poodle foi roubada e nao tem meios de alguem o reviver.Ou seja crimes explodem contra os animais com desculpas cada uma mais sadica e cinica que a próxima e ninguem sequer eh punido.Daqui a pouco vao matar mais e alegarem que foi um ufo o assassino.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>