• Home
  • Exposição “A Jornada do Rinoceronte” começa dezembro em São Paulo (SP)

Exposição “A Jornada do Rinoceronte” começa dezembro em São Paulo (SP)

0 comments

rinoExposição de fotos em São Paulo mostra ao mundo a caça dos rinocerontes na África. Este fabuloso animal que vaga pelo planeta há 50 milhões de anos poderá ser extinto em um curto período. O projeto pretende trazer luz, diálogo e reflexão sobre este contexto perturbador e com isso mostrar ao público na forma de um documentário fotográfico muitos dos personagens e fatos ligados a essa realidade.

O fotógrafo documental Érico Hiller (embaixador da Samsung e fotógrafo da National Geographic Brasil) apresenta ao público brasileiro seu novo projeto – “A Jornada do Rinoceronte”. Sensibilizado com a questão animal e com a preservação ambiental, Érico dedicou-se a fotografar a grave situação destes animais na África ao longo de 2014. “Mal consigo crer que este ser tão fascinante pode ter sua jornada interrompida na nossa geração. Acho que diante de uma tragédia tão perturbadora como esta, temos que nos posicionar como indivíduos, comunidades e governos”.

Depois de excursionar por 4 países africanos como Zimbabwe, Moçambique, África do Sul e Quênia, o fotógrafo reuniu suas melhores fotos para compor uma exposição que retrata a extraordinária beleza dos rinocerontes e as dificuldades das pessoas e organizações que combatem e lutam contra o extermínio desses animais. Érico acompanhou e documentou as dificuldades dos poucos guardas florestais que monitoram as grandes áreas nativas da região. Presenciou a desproporção e o perigo a que são submetidos esses protetores frente aos caçadores furtivos que possuem grande interesse pela extração dos chifres desses animais. Muitos chifres são vendidos e utilizados para finalidade supostamente medicinal, sem comprovação científica. Vale ressaltar que o chifre de rinoceronte é o produto ilegal mais caro e cobiçado no mundo na atualidade.

Érico também foi um dos últimos a fotografar Suni, o rinoceronte branco do norte que morreu recentemente em outubro, causando uma enorme comoção global. Ele era o penúltimo macho de sua espécie e agora apenas 6 restam no planeta.

A exposição contará com palestras e debates sobre a importância da vida animal promovido pelo Instituto de proteção animal “100% Animais”.

Sobre Érico Hiller

Érico Hiller reside na cidade de São Paulo. Formado em Comunicação Social e Pós Graduado em Fotografia, tem atuado como fotógrafo documental independente há onze anos colaborando para publicações como National Geographic Brasil, Casa Vogue e Marie Claire. Érico é embaixador da Samsung no Brasil. Seus projetos de exposições e livros sempre apresentam uma temática humanitária. Em 2008 realizou um grande ensaio documental sobre as tensões sociais e ambientais em grandes cidades da Argentina, Brasil, China, Índia, México e Rússia. Em 2012 publicou um projeto sobre locais ameaçados como Ártico, Kilimanjaro e Maldivas. Este trabalho, Ameaçados, ficou em cartaz no Museu da Casa Brasileira em São Paulo em fevereiro e março de 2012 e também se transformou em um livro. Em 2013 trabalhou em um ensaio pessoal sobre locais que mudaram da noite para o dia como Nova York, Berlim, Ruanda e Cuba. E sua estória atual é sobre os esforços de preservação dos rinocerontes na África.

“A fotografia documental sendo usada como uma mensagem de consciência nesta guerra sangrenta movida por sede de lucro e ganância”.

Serviço

Nome do projeto: A Jornada do Rinoceronte

Local: Praça Victor Civita – R. Sumidouro, 580 – Pinheiros

Visitação, de 12 de dezembro a 01 de fevereiro. Horário das 8h00 às 18h00. Aberto diariamente. Entrada Gratuita.

A exposição acontecerá na Praça Victor Civita e posteriormente seguirá por shopping centers, locais públicos em galerias do Brasil e da África.

Patrocínio: Minidocks Guarda-Tudo, Wisewood, Boavista Shopping, Manauara Shopping, Shopping Metrópole, Uberlândia Shopping, Passeio das Águas Shopping, Parque Dom Pedro Shopping, Bourlevard Londrina Shopping, Shopping Plaza Sul, Tivoli Shopping e Sonae Sierra Brasil.

Apoio: 100% Animais, Terra Mundi e Virada Cultural

Fonte: Maxpress

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Puxa… Belíssimo trabalho desse fotógrafo, me comoveu lá no fundo a garra, o profissionalismo e a coragem do mesmo: arriscar sua vida para deixar o mundo ciente da necessidade de preservação desses importantes animais. Fui na exposição no Shopping Boa Vista e me comovi com as fotos lá apresentadas. Há muito que me sensibilizo com a situação desses animais, inclusive com a situação também dos elefantes africanos, vítimas de caçadores ilegais de marfim. Tenho muita vontade de viajar aos países africanos na missão de visitar esses animais, porém minhas condições financeiras não condizem ainda com esse sonho. Até lá,vou pedindo á Deus que coloque mais amor ao coração do ser humano, tão ganancioso e cruel com esses pobres animais.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>