• Home
  • Operação ‘Voo Livre’ apreende 200 pássaros da Amazônia em Eirunepé

Operação ‘Voo Livre’ apreende 200 pássaros da Amazônia em Eirunepé

0 comments

Aves foram apreendidas em Eirunepé (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Aves foram apreendidas em Eirunepé
(Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Uma pessoa foi presa em Eirunepé, município a 1.160km de Manaus, com centenas de aves silvestres durante a operação ‘Voo Livre’, deflagrada na sexta-feira (7). De acordo com a polícia, a ação teve o intuito de coibir a criação de aves silvestres e evitar a caça predatória de animais em extinção.

As investigação iniciaram após autoridades municipais receberam denúncias anônimas de que pessoas estariam praticando caça predatória de aves silvestres. Durante a ação, a equipe foi ao endereço das pessoas denunciadas e apreendeu cerca de 200 pássaros nativos da Amazônia, que eram criados, entre eles, curiós, gola, bigode e bicudos, sendo que este último está na lista de aves ameaçadas de extinção. Conforme as investigações, pássaros como os curiós podem chegar ao preço de um automóvel zero quilômetro no mercado ilegal.

Foi detectado também um caso de caça profissional predatória que tinha por objetivo a comercialização dos animais. Estes estavam sofrendo maus tratos, de acordo com a polícia.

Foram apreendidas ainda gaiolas, viveiros e material de caça, como o visgo, instrumento feito de resina encontrada em um tipo de cipó nativo da região que os pássaros pousem nele e fiquem presos, ajudando na captura.

Um homem de identidade não informada foi flagranteado por maus tratos e caça profissional não autorizada de animais silvestres. Na delegacia, foi arbitrada fiança e ele foi liberado. Os animais apreendidos foram devolvidos à natureza.

Fonte: G1

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>