• Home
  • Raro cervo albino é morto por caçador de 11 anos

Raro cervo albino é morto por caçador de 11 anos

0 comments

Raro Alce

Gavin Dingman de 11 anos de idade, incentivado por seu pai Mick Dingman, atirou em um raro cervo albino, a 30 metros de distância no estado de Michigan/EUA.

As fotos foram postadas no facebook e compartilhadas pela página de caçadores do Michigan Out-of-Doors TV, que mostravam o jovem caçador ajoelhado ao lado da carcaça do pobre animal, com a seguinte legenda “Parabéns ao jovem caçador Gavin Dingman de Michigan”.

Mas nem todo mundo está comemorando a morte do alce albino que é extremamente raro.

O porta-voz da TV, disse que eles tiveram que apagar mais de cem comentários contrários a matança, como: “Estamos tristes que um adulto incentivou uma criança a remover uma criatura tão bonita do mundo”.

Em Michigan, existia uma lei que proibia a matança do veado albino, mas ela foi revogada em 2009, de acordo com a Protect the White Deer, um grupo formado por caçadores e conservacionistas, que disse em seu site; “Sentimos que estes animais devem permanecer vivos e em seu habitat natural para que todos possam desfrutar de sua beleza”. Pode ser legal, mas não é ético.

Fonte: Mural Animal

 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Pena que esse menino, ao contrário de outros que nascem veganos e tentam esclarecer seus pais sobre a importância dos animais vivos, perdeu a chance de se engajar a favor da vida preferindo destruí-la com o beneplácito de seu equivocado pai. Dois Anti-heróis, perigosos inimigos da Fauna que o Planeta Ecológico de hoje se envergonha de abrigar, nutrir, manter e preservar porque estas duas espécies humanas apesar de não fazerem falta alguma no contexto, legalmente não podem ser extintas.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>