• Home
  • Documentário mostra ilha onde vivem chimpanzés que sobreviveram a testes animais

Documentário mostra ilha onde vivem chimpanzés que sobreviveram a testes animais

0 comments

Eles já foram usados como cobaias de laboratório, mas resistiram às doenças e a duas guerras civis.  Foto :Divulgação
Eles já foram usados como cobaias de laboratório, mas resistiram às doenças e a duas guerras civis.
Foto :Divulgação

O documentário “A Ilha dos Macacos” é o resultado de uma produção que foi até a Libéria para mostrar a região onde vivem somente chimpanzés. A equipe da revista virtual Motherboard visitou o país para mostrar que a interação pacífica entre o homem e a natureza permanece distante de se concretizar.

O documentário mostra uma área isolada habitada unicamente por chimpanzés que, depois de terem sido usados em testes de laboratório, sobreviveram a doenças e duas guerras civis, e agora causam preocupação nas comunidades vizinhas.

O laboratório, que era mantido pelo Hemocentro de Nova York, foi fechado em meados dos anos 2000 após a crescente pressão de ativistas que protestavam contra o uso de chimpanzés em pesquisas. Agora, os macacos de laboratório vivem em uma série de pequenas ilhas usadas para que eles vivam em paz até o fim.

A equipe de filmagens entrevistou a cientista Betsy Brotman que tem uma vida profissional marcada pelas mudanças drásticas de opinião em relação aos testes de animais, e sua conturbada relação com a Libéria.

Além do documentário, a 20th Century Fox e o Motherboard fazem outro lançamento neste ano: a série de curtas “Before the Dawn”, inspirada nos dez anos entre os longas “Planeta dos Macacos: A Origem” e sua sequência “Planeta dos Macacos: O Confronto”.

Assista “A Ilha dos Macacos” no vídeo abaixo:

Fonte: Ciclo Vivo

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. NEM VOU COMENTAR SOBRE ESSAS “EXPERIÊNCIAS” DIGNAS DOS PIORES FILMES DE TERROR. ESTOU MUITO FELIZ COM A LIBERDADE DESSES ANIMAIS MARAVILHOSOS. SÃO FRANCISCO DE ASSIS CONTINUE PROTEGENDO OS QUE AGORA ENFIM ESTÃO EM UM LUGAR DA ONDE NUNCA DEVERIAM TER SAÍDO.

  2. Eu tenho repetido isto várias vezes: os seres humanos consideram os animais diferentes. Portanto, como podem fazer testes se os resultados podem ser opostos ao que seria se fossem feitos em humanos? E se eles são “iguais” a nós, por que não têm os mesmos direitos, ou seja, de NÃO SEREM USADOS?

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>