• Home
  • Cachorro Dálmata é mutilado por assaltantes e morre na Serra, ES

Cachorro Dálmata é mutilado por assaltantes e morre na Serra, ES

8 comments

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Um cão foi mutilado por criminosos que invadiram a oficina onde ele ficava, na madrugada de quarta-feira (27), no bairro São Diogo, na Serra, Espírito Santo. O animal que morava no lugar acabou sendo alvo da brutalidade dos criminosos. Eles levaram mais de R$ 4 mil em ferramentas e peças. Antes de deixarem o local, ainda cortaram os testículos do cachorro.

Os suspeitos invadiram a oficina durante a madrugada. Eles quebraram o cadeado do portão principal da oficina. Depois de entrarem no pátio, os bandidos quebraram outros quatro cadeados que protegiam as portas de acesso ao escritório, ao depósito de peças e ao de ferramentas. Os proprietários acreditam que o prejuízo ultrapasse R$ 4 mil. O valor, porém, pouco importou aos donos quando viram o que os criminosos haviam feito ao cão que vivia no local.

Por ser uma área grande, os donos deixavam na oficina o cachorro Alemão, da raça dálmata. “É um cão dócil, super carinhoso com todos nós. O trouxemos para a oficina há quatro anos. Não sei porque fizeram uma covardia dessas com ele, não consigo acreditar nisso”, contou uma funcionária, 29 anos, que pediu para não ser identificada.

O animal teve os testículos cortados pelos criminosos. Alemão foi encontrado ensanguentado, no meio do pátio da oficina, por volta das 6h30, quando os primeiros funcionários chegaram ao local. “Pegamos o Alemão no colo e o levamos para uma clínica veterinária. Estou muito triste com isso, não tem como não se apaixonar por ele”, desabafou a funcionária.

Luta pela vida

O dálmata Alemão foi levado para a Centro Veterinário do Espírito Santo (Ceves), em Eurico Salles, na Serra, onde passou por uma cirurgia. Infelizmente, à noite, o cão não resistiu à violência sofrida e morreu. “Foi brutal. Com certeza, mais de duas pessoas fizeram essa violência com ele. Utilizaram uma faca ou estilete afiado e o corte foi grande. Ele sofreu uma laceração grande na região escrotal e perdeu muito sangue, foi uma violência imensa e desnecessária. Poderia até ter morrido, antes de chegar aqui. Alemão foi muito forte”, destacou o anestesista veterinário Guilherme Figueira.

O dálmata passou por uma cirurgia e chegou a ter parada cardíaca durante o procedimento operatório, mas conseguiu sobreviver. Durante a cirurgia, o cão ainda teve sangramento intestinal, o que levou o anestesista a acreditar que Alemão possa ter sido envenenado pelos criminosos.

No final do dia, o cachorro foi levado pela médica veterinária para outra clínica, onde acabou morrendo à noite.

Fonte: G1

 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. ESSES SÃO OS DITOS SERES HUMANOS….PRECISAVA FAZER ISSO COM O ANIMAL? BANDO DE CAFAJESTES DESOCUPADOS E DA PIOR ÍNDOLE, POBRES DE ESPÍRITO. BEM DAQUELE TIPO QUE ACHA QUE NUNCA TEM NADA A PERDER! TEM COMO A GENTE NÃO DESEJAR PARA QUE ACONTEÇA COM ELES EXATAMENTE A MESMA COISA QUE FIZERAM??!

    1. Concordo plenamente com vc Dolores, tem como não desejar o mesmo para eles??? Claro que não, eu DESEJO MUITO PIOR!!!! E AINDA TEM GENTE QUE DEFENDE ESSES LIXOS DESGRAÇADOS, ALÉM DE MALTRATAR O ANIMALZINHO, LEVAM AS COISAS FÁCIL DAS PESSOAS QUE LEVAM ANOS PARA CONSTRUIR!!!! DESGRAÇADOS

  2. Espero que não coloquem outro cão para “tomar conta” da oficina deles, que paguem um vigia. Não concordo com a utilização de animais como guardas, escudos, vigias. Os donos dos estabelecimentos sabem DE SOBRA que em caso de invasão o animal poderá ser morto ou mesmo atacado sem que possa ser socorrido a tempo, como foi o caso
    Sabem também que “sái mais barato”
    Qualquer ração e…tudo certo, os honorários estão pagos. “QUE PENA”, para mim, equivale a dizer: -a oficina agora está descoberta. É muito comum vermos cães sozinhos “guardando”, com a vida deles, estacionamentos, oficinas, terrenos, onde ficam sozinhos à noite . Mas, não há nada que os defenda. Essa vulnerabilidade precisa ser enquadrada como maus tratos na lei já existente.

    1. Concordo com tudo isso que você disse, e mais, se o cão estivesse solto, poderia ao menos fugir, coisa que nem conseguiu. Pelo visto na foto, nem solto ele estava, ou seja, não conseguiria nem defender a oficina. É o que eu sempre digo: Para que serve um cão dia e noite acorrentado? Não é para proteger a casa, porque se o ladrão entrar ele não vai poder pegá-lo. Nem para “dar sinal” pois se o ladrão entrar por outro lado ele não verá. Nem para interagir com o dono, pois não conheço ninguém que tem cão acorrentado dia e noite que fique sentado ao lado dele para fazer carinho. Conclusão, só pode ser pelo prazer de cê-lo sofrer.

  3. MEU DEUS ISSO NÃO É GENTE ….ISSO SÃO DEMONIOS!!!PQ FAZER ISSO COM UM ANIMALZINHO INCENTE, QUE NÃO TEM CULPA DE NADA…DEUS NÃO PODE DEIXAR ESSES DEMONIOS SEM TEREM O QUE MERECEM…MALDITO, ASSASSINOS….

  4. Também, que vida miserável este coitadinho tinha, amarrado em corrente, sem uma cama para dormir, neste lugar horrível e ser cão de guarda.
    Malditos donos!!!
    Que nunca mais peguem nenhum cachorro para guardar seu estabelecimento, que contrate segurança.
    Que Deus puna todos que fizeram mal a este cachorro e os donos também, por mantê-lo nestas condições.
    Agora não sofre mais, está com Deus!

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>