• Home
  • Pedido on-line requer um órgão público responsável por animais em Lages (SC)

Pedido on-line requer um órgão público responsável por animais em Lages (SC)

0 comments

Lages

Diariamente, cães são vistos nas ruas de Lages, muitos estão doentes, famintos e desorientados. Por isso, a universitária Camila Vianna Marció, de 18 anos, decidiu, em 5 de agosto, fazer uma petição on-line e mostrar para o poder público que muita gente está preocupada com os animais abandonados. “Nossa cidade sofre com uma epidemia de animais abandonados. Acreditamos que seja possível mudar esse cenário, criando um órgão público responsável por tirar das ruas e oferecer atendimento a esses animais e, realizar a castração sem custo. Eles merecem atenção, carinho e cuidado”, diz Camila, acadêmica de Ciência Biológicas na Uniplac.

A meta da petição on-line é de mil assinaturas. Até a tarde de domingo, 733 pessoas haviam concordado com o que Camila pede. “Prefeito de Lages-SC, Elizeu Mattos: Volte os olhos para os animais abandonados”, comenta. Após o número ser atingido, a jovem diz que pretende entregar a petição ao prefeito. “Minha primeira tentativa será on-line, caso não tenha resultado vou tentar de outras maneiras”, afirma. O pedido de Camila inclui a castração gratuita para comunidade.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Mushue Hampel, em breve isso estará acontecendo. “Temos um recurso disponível, estamos aguardando o processo licitatório”, destaca. Hampel explica, ainda, que um convênio para a realização das castrações será feito com o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e o Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV), e destaca que quando iniciarem as cirurgias, a prioridade de atendimento será para animais de ONGs.

Castra-Móvel

O objetivo principal do castra-móvel será transformado para transporte de animais que serão castrados. O carro vai percorrer os bairros mais carentes da cidade, recolhendo os animais para a realização da cirurgia, depois disso, serão devolvidos para seus tutores. Se for um animal abandonado que vive na rua, e não tiver vaga no CCZ, o animal será encaminhado de volta ao ponto onde foi encontrado.

As pessoas precisam ter atenção com os animais

O coordenador do Hospital Veterinário do CAV, Paulo Ferian, explica que Lages tem um índice altíssimo de animais abandonados. De acordo com ele, são aproximadamente 90 mil cães nas ruas da cidade. “O problema não está apenas na reprodução, mas também na transmissão de doenças e o risco de morte dos cães e gatos”, frisa. E afirma que a solução vai além das castrações. Falta conscientização da população. “É preciso entender a guarda responsável. Não se pode deixar o animal sair de casa sozinho, por exemplo”, completa.

Fabiano Zanini Salbego, coordenador do curso de Medicina Veterinária, reforça que a solução para o problema de tantos animais nas ruas, não será resolvido apenas com a castração, que precisa ser massiva, mas sim com a conscientização. “Toda semana cães são abandonados aqui no CAV, infelizmente”, finaliza.

Fonte: Correio Lageano

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>