• Home
  • Neafa pede criação de delegacia especializada para crimes contra animais

Neafa pede criação de delegacia especializada para crimes contra animais

0 comments

Foto: Ilustração
Foto: Ilustração

O presidente do Conselho Curador do Núcleo de Educação Ambiental Francisco de Assis (NEAFA), Dr. Ismar Gatto, participou na tarde de segunda-feira (11) de uma Sessão Especial que aconteceu na Assembleia Legislativa (ALE), e debateu a implantação de delegacia especializada para crimes cometidos contra os animais, bem como os maus-tratos que ocorrem de forma recorrente e a Lei nº 7.427 de novembro de 2012.

A Sessão Especial teve a presença ainda do deputado estadual Ronaldo Medeiros (PT), que presidiu a mesa; da presidente da Comissão do Meio Ambiente e Bem-Estar Animal (CMABEA) da OAB/AL, a advogada Cristiane Leite; da vice-presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária em Alagoas (CRMV/AL), a veterinária Annelise Nunes; da coordenadora do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Fernanda Araújo e da Luceli Mergulhão, coordenadora do Grupo Vida Animal (GVAN).

O deputado estadual Ronaldo Medeiros (PT) citou a Lei nº 7.427 de novembro de 2012, na qual foi o autor e pediu ao governador Teotonio Vilela (PSDB) o seu cumprimento. “Precisamos cobrar cada vez mais que a lei seja cumprida. Abracei à causa animal, realizei alguns estudos e hoje afirmo que a proteção e defesa dos animais, além do controle da população é importante”, disse.

O debate iniciou com a apresentação em slides dos atendimentos realizados pelo NEAFA no ano de 2013 e 2014, que alcançou um total de 12.134 animais atendidos na parte clínica, patologias e castração. “O NEAFA não se restringe somente às cirurgias de castrações. A equipe de veterinários também verifica quais são as zoonoses que aparecem nos animais. Diante da grande demanda recebida pela ONG diariamente são salvas dezenas de vidas, mas infelizmente há casos onde as doenças estão em estágio avançado e o cão ou gato acaba não resistindo”, explicou Ismar Gatto.

A patologista Flávia Jabour apresentou através de gráficos alguns diagnósticos de tumor venéreo transmissível (TVT) e hiperplasia mamária realizados no período de junho até agosto pela ONG.

A coordenadora do CCZ, Fernanda Araújo, enfatizou a importância da implementação da delegacia em prol dos animais, pois crê na necessidade da punição para aqueles que cometem crimes.

Mas, para Cristiane Leite, a criação da delegacia não soluciona totalmente a situação de maus-tratos e abandono de animais. “Ela vai minimizar essas ocorrências porque a sociedade terá uma resposta desses crimes. Portanto, a criação de delegacias especializadas e ações efetivas são imprescindíveis”, finalizou Cristiane.

Fonte: Alagoas 24 horas

 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>