• Home
  • Denúncias de maus-tratos contra animais aumentam em Curitiba (PR)

Denúncias de maus-tratos contra animais aumentam em Curitiba (PR)

0 comments

Imagem: Reprodução internet
Imagem: Reprodução internet

Segundo dados da Prefeitura Municipal de Curitiba, os números de denúncias de maus-tratos contra animais (domésticos e silvestres) vêm aumentando nos últimos anos. Em 2011, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente contabilizou 318 denúncias. No ano seguinte, o total de registros foi 2.178. Em 2013, foram 3.966 casos.

Para Esther Dias da Costa, Mestranda do Programa de Pós Graduação em Ciências Veterinárias pela UFPR, o aumento tem relação com a Lei Municipal 13.908, que foi aprovada no final de 2011 e estabelece sanções para quem pratica maus-tratos contra animais em Curitiba. Ela explica que acha necessário que as pessoas saibam que os animais têm algumas necessidades básicas (alimentação, ambiente adequado, etc) e especiais (vacinação, aparecimento de doenças, entre outros).

“Avaliando 2.165 denúncias que foram encaminhadas pra Rede de Defesa e Proteção Animal de Curitiba referentes aos meses de abril a setembro de 2013, chegamos nesses resultados: 511/2165 (23.60%) situações em que a alimentação era inadequada, 368/2165 (17.04%) em que o ambiente era inadequado e 335/2165 (15.47%) referentes a animais que eram mantidos em espaço restrito. O que nos leva a concluir que mais de 50% das denúncias eram por falta de cuidados básicos”, conta.

Camila Moraes, da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, conta que quase 90% das denúncias recebidas não procedem. “A maior parte das denúncias que são reais é feita pela SPAC e são ou o abandono, ou animais feridos que não recebem a assistência necessária”, explica Camila.

Soraya Simon, presidente da Sociedade Protetora dos Animais (SPAC), também concorda que o aumento no número de denúncias está relacionado à criminalização dos atos. Para ela, o fim dos maus-tratos precisa contar com a ação do poder público, com a educação da sociedade e também com uma fiscalização mais rígida.

Fonte: Teia Notícias

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>