• Home
  • Mais de 13 mil borboletas mortas são apreendidas em parque nacional

Mais de 13 mil borboletas mortas são apreendidas em parque nacional

2 comments

Borboletas eram usadas para confeccionar quadros decorativos (Foto: Rafael Junckes/RBSTV)
Borboletas eram usadas para confeccionar quadros decorativos (Foto: Rafael Junckes/RBSTV)

Uma operação de combate a crimes ambientais no Parque Nacional (PARNA) da Serra do Itajaí, no Vale, encerrou neste domingo (22) com a apreensão de mais de 13 mil borboletas mortas e cerca de 50 quilos de carne de animais silvestres. Também foram recuperados 34 pássaros vivos de espécies ameaçadas de extinção, além de armas e munições usados para a caça de animais.

A operação ‘Caderno Vermelho’ iniciou na última quinta-feira (19) e reuniu 27 agentes dos estados de Roraima, Distrito Federal, Espírito Santo, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Ao todo, foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão na região e cinco pessoas foram autuadas. Elas devem responder por crime ambiental, além de pagar multa de no mínimo R$ 500 reais por animal apreendido.

A ação ocorreu em parceria entre o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o Ministério Público Federal e as policias Ambiental, Militar e Federal. De acordo com agentes que participaram da operação, os objetos foram encontrados escondidos em um rancho no meio da mata. As borboletas seriam usadas clandestinamente para confeccionar quadros decorativos.

De acordo com a chefe do Parque Nacional, Viviane Daufemback, “denúncias e situações recorrentes relacionadas à fauna no parque fizeram com que a articulação fosse feita com a Polícia Federal para viabilizar os mandados”. Além da operação dentro da área de preservação, blitzes foram realizadas entre as cidades de Guabiruba e Blumenau, a fim de resguardar o patrimônio ambiental da região.

Criado em 2004, o PARNA protege aproximadamente 57 mil hectares de florestas e envolve os municípios de Apiúna, Ascurra, Blumenau, Botuverá, Gaspar, Guabiruba, Indaial, Presidente Nereu e Vidal Ramos.

Fonte: G1

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Contemplar borboletas voando no quadro vivo de uma paisagem com sol e perfume é muito mais bonito; no quadro a imagem da morte, nada a ver.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>