• Home
  • Verão aumenta incidência de cobras em áreas urbanas e acidentes com cães e gatos

Verão aumenta incidência de cobras em áreas urbanas e acidentes com cães e gatos

0 comments

Chegou o verão, com ele, o calor. Com as temperaturas mais altas, os animais ficam mais ativos e principalmente os termoconformistas, isto é, aqueles que dependem da temperatura do ambiente para regular a temperatura do corpo, como as serpentes por exemplo.

Esta época do ano é onde ocorrem mais acidentes causados por cobras, principalmente para aqueles que optaram por morar em chácaras, condomínios próximos a matas e pastagens e como consequência do desmatamento, estamos encontrando estes magníficos e misteriosos animais dentro das cidades também.

 

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Prevenção

Se quiser evitar acidentes dentro de casa e com seus animais domésticos é importante lembrar de alguns pontos. As serpentes gostam de se entocar, portanto o acúmulo de lixo, entulho, madeira é um prato cheio para um bom esconderijo de cobras. Em caso de chácaras, mantenha o terreno limpo e o mato cortado.

Serpentes se alimentam de roedores, então se ratos visitarem constantemente a vizinhança de sua residência, isto pode atraí-las. Nunca deixe a ração de seus animais nas vasilhas por longos períodos e a noite, já que ratos tem hábitos noturnos, assim como as cobras. Afaste os roedores e consequentemente, reduzirá as chances de um encontro.

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Em caso de acidentes

Para pessoas que já avistaram serpentes perto de casa, algumas providências devem ser tomadas. Saiba quais hospitais possuem soro anti-ofídico, isto é muito importante para evitar sequelas em caso de acidente.

Mantenha a calma, deite e peça ajuda, ou ligue para o resgate. Se ficar nervoso, sair correndo, o metabolismo é acelerado e a ação do veneno é mais rápida.

Leve sempre a cobra ou uma foto para que o animal seja identificado no hospital. Existem quatro gêneros de serpentes peçonhentas no Brasil e um antiveneno específico para cada um destes gêneros.

Para seus animais, se informe sobre os hospitais veterinários e clínicas que possuem o soro, pois a maioria dos acidentes ocorre a noite ou pela manhã.

Como identificar um acidente no seu animal?

Essa é a parte mais complicada. O gênero Bothrops, que corresponde ao das espécies de jararacas, é o maior causador de acidente, cerca de 90%. O veneno deste gênero causa necrose no local da picada, bolhas, edema e destruição dos tecidos, além de uma dor quase insuportável.

O gênero Crotalus, que corresponde a cascavél, é responsável por 8% dos acidentes. Com um veneno muito poderoso, o animal normalmente fica paralisado e nem pisca. O veneno é neurotóxico e destrói o sistema nervoso, rins e fígado. O tratamento precisa ser rápido e ter todo o suporte de um especialista.

Com estas informações e estes cuidados, você poderá manter o bem estar e qualidade de vida dos seus animais e de sua família.

Fonte: Planet Vet

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>