• Home
  • Homem é preso após sagui desnutrido ser encontrado confinado em gaiola

Homem é preso após sagui desnutrido ser encontrado confinado em gaiola

0 comments

(da Redação)

Richard Walton confinava o pequeno sagui sozinho em uma cela sem nenhum brinquedo.
Richard Walton confinava o pequeno sagui sozinho em uma cela sem nenhum brinquedo.

Um homem está preso por ter causado sofrimento a um sagüi. Richard Walton, de 32 anos, mantinha Milo, um sagüi de três anos de idade, confinado em uma gaiola coberta de fezes, com pouca luz e sem brinquedos, além de não fornecer cuidados adequados ao animal. As informações são do Daily Mail.

Walton, de Basingstoke, Hampshire, já havia sido proibido de tutelar animais por dois anos, após negligenciar um cão que ficou com as garras tão crescidas que não podia andar.

Quando ele começou a levar Milo preso a uma coleira ao pub do qual é proprietário, clientes preocupados informaram a RSPCA.

Segundo a reportagem, o sagüi estava tão fraco e desnutrido que ele pesava “o mesmo que uma laranja” quando foi resgatado, e estava começando a desenvolver a condição de raquitismo.

Ao invés de alimentá-lo com uma dieta variada de frutas frescas e secas, verduras, sementes e alimentos enriquecidos com vitaminas, Walton dava a Milo apenas cerejas e uvas.

Walton havia se declarado culpado em duas acusações de ter causado sofrimento a um animal no Tribunal de Basingstoke, e será sentenciado em janeiro.

Em seu habitat natural na floresta tropical brasileira, sagüis são criaturas altamente sociais que se acasalam com um mesmo parceiro por toda a vida e vivem em comunidades familiares muito unidas.

Após ser resgatado, Milo foi levado para o santuário animal Monkey World, em Wareham, Dorset, onde ele já se recuperou.

O sagui era mantido em cativeiro e alimentado com pouquíssimas frutas.
O sagui era mantido em cativeiro e alimentado com pouquíssimas frutas.

A diretora do santuário, Dra Alison Cronin, disse: “Esses animais vêm do Brasil, onde vivem em grandes grupos familiares”.

A Dra. Cronin disse que ele estava ávido por companhia e interação com outros de sua espécie.

“Felizmente, ele foi resgatado a tempo. Ele teve sorte porque foi salvo enquanto é relativamente jovem. Sua reabilitação não foi muito difícil e ele tem uma vida longa e feliz pela frente”, complementou.
O animal foi enviado para um centro de cuidados e está se recuperando.
O animal foi enviado para um centro de cuidados e está se recuperando.
Ele foi tratado e ganhou peso. Agora já pode ser considerado saudável.
Ele foi tratado e ganhou peso. Agora já pode ser considerado saudável.

Quando Milo foi resgatado em junho, ele pesava apenas 280g, mas agora tem 350g é já pode ser considerado saudável.

Ele também encontrou uma companheira no santuário, um outro sagüi resgatado chamado Clydie.

A diretora do santuário criticou os comerciantes e traficantes de animais que estão vendendo os macacos por altos preços. Ela também disse que há o agravante das pessoas, sem sensibilidade com as vítimas deste comércio, que estarem comprando os animais não terem nenhum conhecimento sobre como cuidar deles.

Nos últimos dezoito meses, só esse santuário recolheu 25 macacos do comércio inglês.

“Sagüis são vítimas comuns pois as fêmeas geralmente dão a luz a gêmeos, que são levados muito precocemente de suas mães, que logo entram em novas gestações e o ciclo de exploração continua”, conta Cronin.

A condenação de Walton foi adiada para 16 de janeiro devido à pendência de um relatório psiquiátrico.

Milo precisava de companhia de outros de sua espécie, conta o especialista que o avaliou.
Milo precisava de companhia de outros de sua espécie, conta o especialista que o avaliou.
Atualmente Milo pode viver feliz no santuário Monkey World.
Atualmente Milo pode viver feliz no santuário Monkey World.

 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>