• Home
  • Cão visita menino em coma todos os dias e é chamado de “perigoso”

Cão visita menino em coma todos os dias e é chamado de “perigoso”

19 comments

Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook

Dylan Gerzmehle, de 10 anos, está em estado vegetativo desde o seu nascimento. O garotinho alemão vive em um hospital de Berlim, na Alemanha, na companhia de Tascha, um cão da raça staffordshire terrier.

Segundo a família da criança, o cachorro é responsável por acalmar o menino. Mas a presença do animal no hospital tem incomodado autoridades do país, que declararam que o cão pode representar perigo tanto para o menino quanto para outros pacientes que frequentam o lugar.

O bichinho já acompanha Dylan há seis anos e a família nunca havia recebido um pedido formal para impedir a presença do cão no local. Tascha costuma dormir, brincar e comer ao lado da criança.

Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook

Diante da possibilidade do cachorro ser proibido de ver e ficar com o menino, parentes e amigos decidiram apelar para a web para chamar a atenção para a importância do animal no tratamento do alemão.

Neste fim de semana, uma página no Facebook foi criada para contar a história da amizade entre o cão e o menino. O objetivo é impedir que eles sejam separados. Mais de 170 mil pessoas apoiaram a campanha em menos de 48 horas.

Fonte: Globo Rural

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Esta relação amorosa preenche o coração de todos e, pode até ser até uma maneira de manter a criança viva. Mas não podemos esquecer que a justiça não usa da emoção para aplicar as regras. A família precisaria de um documento de um advogado, para garantir que o cachorro não seja retirado de lá!

  2. É inadmissivel que o Pessoal do Hospital tenha este tipo de receios. Se o animal fosse efetivamente “perigoso” já tinha tido oportunidade de o ter sido. Criminoso é separar esta criança deste Fiel amigo e, tenho a certeza k, mesmo estando esta criança em estado vegetativo a presença de Tascha é importante.

  3. se durante seis anos de convivência nunca houve sinal de agressividade é porque o cão gosta muito do menino separa-los agora seria muito sofrimento para os dois

  4. Pelo amor de Deus.
    Há 6 anos estão juntos e agora algum maldito que não tinha nada pra fazer da vida resolve ir mexer no que está quieto.
    “a presença do animal no hospital tem incomodado autoridades do país”
    Que porcaria de autoridade é essa que não consegue reconhecer o beneficio que o animal está trazendo para essa pobre criança.
    6 anos juntos em um hospital não é tempo suficiente para provar que o animal é inofensivo?
    Como tem gente ignorante nesse mundo.
    Mania de quem não gosta de animais vir com o discurso de que o animal representa perigo para as outras pessoas.
    Covardia e falta de solidariedade com o proximo querer separa-los.
    Mas se Deus quiser eles não serão separados e o bem irá vencer.

  5. o cão é protetor . tenho um cão que é tal e qual só gosta de mim !!! e n se da com mais ninguem nem animais nem pessoas…. os animais presentem quando as pessoas são más . e sentem a pessoa em si ! gente burra pah ! tenho pena de gente ignurante como voces . os animais n teem culpa da maioria das pessoas serem falças !!!

  6. Pelo visto, o menino não vive em um hospital em Berlim, mas em casa com seus pais em uma cidade pequena, onde cachorros dessa raça são proibidos. Eu não tenho certeza, a informação só estava em uma das reportagens, mas parece que o problema começou, porque Tascha mordeu um outro cachorro em agosto.
    De qualquer forma, a família conseguiu agora um atestado médico sobre a importância de Tascha no tratamento de Dylan e tudo indica que ele será registrado como cão “para terapia” e poderá morar novamente com a família.
    Por enquanto Tascha vive com a irmã de Dylan em Berlim

  7. Eu creio que Deus não irá permitir que eles sejam separados. Fica a minha torcida e as minhas orações. E que o bem prevaleça.

  8. acho muito bem que esse cão continue junto com o menino em relação a pensarem que o cão representa perigo não vejo que perigo represente pois se estão juntos á 6 anos realmente já era de terem os olhos abertos e verem que o cão simplesmente quer estar com o menino e que não faz mal a ninguém deus é grande e nunca permitirá que os separem.

  9. é claro que eu acho importante a presença do animal com a criança, mais vale um amigo cão, do que certas pessoas, tenho marca passo e moro com 03 cães, acho que é por isso que ainda estou viva.

  10. como?????????
    já está mais do que provado dos benefícios que alguns animais trazem a pacientes…

    mundo estúpido viu…

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>