• Home
  • Museu no Equador adota um cachorro órfão

Museu no Equador adota um cachorro órfão

1 comments

Por Fernando Arroyo (da Redação – Equador)

Foto: Fernando Arroyo/ Terranimal Equador
Foto: Fernando Arroyo/ Terranimal Equador

“Chéche” é o nome que os funcionários do Museu de Arte Contemporâneo do Quito deram a um cachorro cuja mãe foi atropelada e morta numa rua da cidade.

Os filhos dela que nesse momento tinham dois meses foram adotados por algumas pessoas do bairro, mas foi o “Chéche” que conquistou o coração do Iván Puca, assistente de operações no museu de arte.

Por ser um espaço público, as regras proibiam a manutenção de animais dentro das salas e das áreas do museu, mas com muita paciência, argumentos e carinho, O Iván demonstrou que era possível manter em boas condições o cachorro, conseguindo a permissão para adota-lo.

Foto: Fernando Arroyo/ Terranimal Equador
Foto: Fernando Arroyo/ Terranimal Equador

Agora o Chéche já tem sete meses, está saudável, alegre e é a companhia dos visitantes e funcionários desta instituição.

Foto: Fernando Arroyo/ Terranimal Equador
Foto: Fernando Arroyo/ Terranimal Equador

 

About the Author

Follow me


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. QUE ATITUDE LINDA MEU DEUS, SE TODO MUNDO FIZESSE ISSO SERIA MUITO BOM, O NUMERO DE ANIMAIS ABANDONADOS NAS RUAS , MELHORARIA DEMAIS.
    PARABENS IVAN PELO SEU AMOR E PERSISTENCIA.
    ELES SÃO OTIMAS COMPANHIAS. ELE É ILNDO.
    ABRAÇOS
    MIRIAM – BELO HORIZONTE – BRASIL.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>