• Home
  • Cavalo é encontrado morto por sufocamento após ser amarrado em penhasco

Cavalo é encontrado morto por sufocamento após ser amarrado em penhasco

1 comments

Por Renan Hamann (da Redação)

Um tutor de um cavalo foi preso após o animal ser encontrado pendurado em um penhasco. Ele havia sido amarrado muito próximo aos limites do local por seu tutor Samuel Smith, de 54 anos, e acabou caindo. O penhasco tem por volta de 15 metros de altura e está localizado em Pakefield, na Inglaterra.

Veterinários batalharam durante seis horas para tentar salvar o cavalo.
Veterinários batalharam durante seis horas para tentar salvar o cavalo.

O potro foi encontrado pendurado e veterinários tentaram salvá-lo, mas infelizmente o animal morreu sufocado devido as lesões na traqueia. Smith admitiu que causou sofrimento desnecessário ao animal e que a queda só ocorreu por causa de sua negligência em relação aos direitos assegurados pelas leis de bem-estar inglesas. Além de ser preso, Smith ainda será proibido de ter outros animais em sua tutela por um período de 15 anos.

A corte da Inglaterra também ouviu os relatos de Nicky Thorne, um inspetor da RSPCA (Royal Society for the Prevention of Cruelty to Animals, ou Sociedade Real de Prevenção contra Crueldade aos Animais). Thorne disse que foi chamado à cena e encontrou o cavalo pendurado. Ele ainda teria tentado soltar o animal cortando a corda que o segurava utilizando uma faca de bolso.

Samuel Smith, de 54 anos, o amarrou próximo dos limites do penhasco de cerca de 15 metros, em Pakefield, na Inglaterra.
Samuel Smith, de 54 anos, o amarrou próximo dos limites do penhasco de cerca de 15 metros, em Pakefield, na Inglaterra.

Veterinários batalharam durante seis horas para tentar salvar o cavalo, contando ainda com a ajuda de bombeiros e guardas-costeiros. Infelizmente, os ferimentos na traqueia do cavalo foram graves demais e ele não resistiu.

Thorne disse: “Esse foi um caso trágico, que mostra o quanto pode ser perigoso amarrar um animal”. Ele ainda adicionou: “Muitas pessoas foram envolvidas na tentativa de salvar a vida do pobre potro, que estava em uma noite fria, úmida e com muito vento. Mas apenas uma pessoa foi responsável por deixar ele lá, a um passo de uma queda e amarrado pelo pescoço. A sentença de prisão mostra o quão a sério a corte levou o caso”.

"Esse foi um caso trágico, que mostra o quanto pode ser perigoso amarrar um animal", disse inspetor da RSCA.
“Esse foi um caso trágico, que mostra o quanto pode ser perigoso amarrar um animal”, disse inspetor da RSPCA.

Nic de Brawere, um cirurgião-veterinário que ajudou no resgate, elogiou a atitude do inspetor da RSPCA e também afirmou que é triste pensar que tudo isso poderia ter sido evitado com as atitudes responsáveis de apenas uma pessoa. “Eu agradeço à corte por reconhecer a tragédia e a futilidade deste incidente”.

Maus-tratos a cavalos na Inglaterra

Este caso não é isolado. A ANDA já publicou uma matéria em que era retratado o sofrimento dos animais que foram abandonados por seus tutores após denúncias de que diversos alimentos estariam utilizando carne de cavalo em seus ingredientes. Estes animais, que seriam mortos cruelmente em um matadouro, foram abandonados para morrer de fome.

Segundo a RSPCA, cerca de 7 mil cavalos estavam em condições precárias, alguns jogados dentro de buracos e outros simplesmente abandonados sem comida ou água.

Abandonado para morrer, na Inglaterra.
Abandonado para morrer, na Inglaterra.

A situação se alarmou quando as instituições de caridade da região tiveram um aumento drástico no número de cavalos abrigados e algumas não conseguiram salvar todos os animais que eram entregues por não terem espaço suficiente para todos.

A exploração de cavalos também acontece de maneira desumana na instituição policial, o resultado foi a morte de um cavalo em um confronto de torcedores com as autoridades locais, em Newcastle. Além de serem abusados em um trabalho que são obrigados a fazer, de sofrerem diversos ferimentos devido às constantes caminhadas e às poucas horas de descanso, o animal ainda é morto em um conflito em que ele não tem nenhuma relação.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta para Jacqueline Gallo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>