• Home
  • Torcedor agride cavalo da polícia após jogo no Reino Unido

Torcedor agride cavalo da polícia após jogo no Reino Unido

3 comments

(da Redação)

Barry Rogerson agrediu Bud, um cavalo da polícia, após jogo de futebol. Foto: Daily Mail
Barry Rogerson agrediu Bud, um cavalo da polícia, após jogo de futebol. (Foto: Daily Mail)

Um torcedor do Newcastle que agrediu um cavalo da polícia depois que seu time perdeu e foi condenado a um ano de prisão. As informações são do Daily Mail.

Barry Rogerson, de 45 anos, foi acusado de causar problemas quando os Magpies perderam de 3 a 0 em casa para o Sunderland, em abril.

O Tribunal de Newcastle ouviu que, durante a desordem que ocorria na cidade, Rogerson tinha permanecido perto de uma fila da polícia montada.

Ele estava alcoolizado e começou a bater na face de um cavalo, antes de ficar na frente de outro animal e socá-lo na cabeça.

Rogerson foi sentenciado com 12 meses de prisão por desordem pública violenta. Segundo o Juiz Paul Sloan, o homem bebeu muito após o jogo, e estava em prescrição médica, sabendo que não podia ingerir bebidas alcoólicas.

Bud, o cavalo agredido. Foto: Daily Mail
Bud, o cavalo agredido. Foto: Daily Mail

Ainda de acordo com o Juiz, o cavalo começou a se mover na direção de Rogerson, que foi orientado para se afastar, mas o mesmo ficou e atacou o cavalo, batendo em sua cabeça, trazendo risco de ferimentos graves e de danos ao policial que estava sobre o cavalo e que também poderia ter caído e se ferido.

Rogerson, de Hartlands (Bedlington, Northumberland), também foi proibido de frequentar quaisquer jogos de futebol no Reino Unido por seis anos.

Ele foi fotografado com um lenço sobre o rosto enquanto agredia o cavalo.

Jim Hope, Procurador federal, disse: “Enquanto nós estamos satisfeitos com a sentença proferida hoje a Barry Rogerson, é importante lembrar que ele é apenas um indivíduo em um grupo muito maior responsável pela desordem”.

Muitos outros envolvidos no incidente também foram sujeitos a sentenças e proibições de frequentar jogos.

“Desordem relacionada a futebol é simplesmente inaceitável e continuaremos a trabalhar em conjunto com as autoridades para assegurar uma resposta firme à qualquer um que esteja envolvido nisso”, disse Hope.

De acordo com a reportagem, as imagens do comportamento de Rogerson foram vistas por todo o país, na cobertura da mídia e da Internet a respeito da desordem.

Torcedores exaltados caminham em direção a cavalos da polícia após o jogo. Foto: Daily Mail
Torcedores exaltados caminham em direção a cavalos da polícia após o jogo. Foto: Daily Mail
Foto: Daily Mail
Foto: Daily Mail

 

Nota da Redação: É lamentável que animais não humanos tenham que ser atingidos em situações de desordem pública, mas eles o são. Cães e cavalos não devem ser obrigados a trabalhar. Explorados para trabalhar com policiais em todo o mundo, sofrem stress e danos físicos e psicológicos, são sujeitos a riscos e expostos a inúmeras agressões, como este exemplo citado na reportagem.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Comentando a nota da redação: é preciso explicar isso aos muitos protetores dos animais que veem na polícia uma aliada e silenciam diante da exploração dos animais por parte dessa instituição. Além do que, se fôssemos coerentes, não compactuaríamos com uma instituição que engaiola e mata animais, nesse caso, animais humanos.
    Enganosamente e, talvez, um resíduo da cultura filosófica europeia, acreditamos que os seres humanos tem uma capacidade de discernimento entre o “bom” e o “mau” e, dia após dia, o mundo prova que isso não é verdade, que muito de nós não funcionamos sob princípios ético e morais. Assim, muitos dos assassinos (para quem quer justificar as prisões), por exemplo, não são muito diferentes dos tigres e nem por isso saímos engailando e matando todos os tigres, então, por que fazer isso com os humanos por sua periculosidade.. Não prego passividade. Não é essa a questão. Diante de um tigre em ataque as pessoas vão reagir como podem e, às vezes, não podem e ocorre o pior. Se podemos fazer isso com os tigres p q não podemos fazer isso com os humanos que, infelizmente, ficaram perigosos? A polícia é uma instituição que serve ao estado e seus interesses, que não são os nossos. E polícia é instrumento de coerção e terror. Não podemos compactuar com a polícia, precisamos acabar com ela.

  2. O Cavalo Agredido foi uma fatalidade que não é em todas as vezes estes casos. Não estou defendendo a polícia, mais se pensarem bem, melhor estando trabalhando e ter um lar e oque comer doque ficar largado pelas ruas e ainda correr o risco de ser atropelado ou agredido por pessoas más intencionadas.

    1. É verdade, mas não são só essas duas opções que existem para esses lindos cavalos. Se a polícia parasse de usar cavalos, eles não seriam jogados na rua à própria sorte (espera-se que não), e sim adotados por pessoas responsáveis que amam esses animais. =)

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>