• Home
  • Voluntários ajudam a salvar animais abandonados nas ruas de Maceió (AL)

Voluntários ajudam a salvar animais abandonados nas ruas de Maceió (AL)

0 comments

Não é difícil encontrar cães abandonados na ruas de Maceió (AL). Voluntários tentam amenizar o problema e cuidam desses cães e gatos que muitas vezes sofrem maus-tratos nas ruas ou até mesmo de seus tutores. Animais que sofrem algum tipo de trauma podem ficar com marcas para o resto da vida.

(Foto: G1)
O animal que chega na clínica é examinado e vacinado. (Foto: G1)

Uma cadelinha sem raça definida, de 4 a 5 anos, foi tirada de uma casa pelo Núcleo de Educação Ambiental São Francisco de Assis (Neafa) após uma denúncia. O animal treme de pavor quando chega alguém perto. “Ela estava com um arame em volta da boca para não latir. Isso sem contar que não tinha comida nem água e ela ainda vivia amarrada tanto pelo pescoço quanto pela boca e isso é um absurdo”, diz a assessora e voluntária do Neafa, Deyse Nascimento.

“Milagre” foi jogado de cima de um viaduto no bairro do Jacintinho, mas por sorte foi salvo por duas amigas que passavam de carro na hora. Elas levaram o cão para uma clínica veterinária no Barro Duro. O cão teve só um corte na língua e, por isso, foi batizado de “Milagre”, ele está ”hospedado” na clínica há um mês e tudo é custeado pelos anjos da guarda do cão até que ele consiga um lar.

Na clínica há outros exemplos terríveis da selvageria humana contra os cães. “Chicão” foi atacado na cabeça com uma bomba junina. Quem cuidou dele foi o veterinário Paulo Peixoto.

Mas, se há de um lado os que agem com covardia, do outro tem uma legião disposta a cuidar desses cães. Monique Taciana Oliveira é de um desses grupos que resgatam esses cães maltratados. “Sempre que eu vejo ou sempre que alguém me relata alguma coisa eu resgato o animal, cuido, coloco em uma clínica, peço ajuda na internet e depois coloco para adoção”, diz.

Na maioria dos casos resgatar e tratar é só o começo de um desafio: encontrar um novo lar, alguém que adote os animais. “O animal que chega na clínica passa por um hemograma, se tiver alguma doença já é tratado e vacinado. Quem vier adotar vai levar um cãozinho saudável para casa”, afirma o veterinário Paulo Peixoto.

Voluntariado
E neste sábado vai ter um bazar para arrecadar fundos e ajudar os animais. Será realizado na Master Eventos, na Rua Cabo Reis, no bairro do Trapiche, próximo ao Ginásio do Sesi, a partir das 10 da manhã. Quem quiser mais informações e puder ser voluntário pode ligar para o telefone: 8842-8680.

Legislação
O abandono de animais ou maus tratos é crime enquadrado em Lei Federal. Assim como deixar sem água ou comida, preso permanentemente, negar assistência ou utilizar em shows que lhes cause pânico ou estresse. Quem quiser pode denunciar à polícia, onde é feito o Boletim Ocorrência.

Fonte: G1

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>