• Home
  • Grã-Bretanha propõe prisão perpétua a tutor de cão que matar uma pessoa

Grã-Bretanha propõe prisão perpétua a tutor de cão que matar uma pessoa

0 comments

Foto: Reprodução/ G1
Foto: Reprodução/ G1

O governo britânico colocou nesta terça-feira (6) em consulta pública um projeto que prevê prisão perpétua para os tutores de cachorro, caso o animal mate alguma pessoa.

Todos os cães na Grã-Bretanha estão identificados por um microchip implantado no pescoço do animal, mas raças como fila brasileiro e pit bull terrier são proibidas e não existe cachorro em situação de rua. O cão que não tiver tutor é recolhido.

De vez em quando, acontecem casos dramáticos, como o da jovem Jade Anderson, morta por quatro cães quando visitava a casa de um amigo. O tutor não foi processado porque o ataque aconteceu dentro de uma propriedade privada. Os pais de Jade veem com bons olhos a proposta de aumentar a pena para os tutores, mas lembram que o mais importante é prevenir.

O tutor de um cachorro que mata uma pessoa na Grã-Bretanha fica, no máximo, dois anos na cadeia. O governo quer aumentar a pena, que pode chegar à prisão perpétua. A população está sendo consultada antes que a lei entre em vigor. A proposta está causando muita polêmica.

Um criminologista teme que muitos tutores abandonem os animais nas ruas por causa do medo de ir para a cadeia. Já carteiros e funcionários de empresas de telefonia, que sofrem cinco mil ataques por ano, são totalmente a favor ao aumento da pena.

Fonte:

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Ridícula esta lei, pois até q ponto vc ter um cão de guarda e um vagabundo invade sua casa e vc é obrigado a segurar o cão q quer proteger vc e sua família. PS: eu ñ li a lei por inteira possa ser q tenha exceções se tiver retiro boa parte do q citei

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>