• Home
  • Vídeo mostra negligência com animal no parque SeaWorld

Vídeo mostra negligência com animal no parque SeaWorld

0 comments

Por Juliana Meirelles (da Redação)

Os membros da audiência em um recente show aquático do SeaWorld em Orlando, Florida, EUA, ficaram irritados e chateados depois de testemunharem um jovem golfinho lutando por alguns minutos para tentar voltar à água.

Perturbadoras imagens de vídeo mostram uma baleia-piloto de barbatanas curtas – um membro da família dos golfinhos – aparecendo angustiada, enquanto a multidão pode ser ouvida pedindo a funcionários para ajudá-la.

O vídeo foi postado no YouTube e foi viral, provocando uma disputa sobre se o animal foi submetido a crueldade por funcionários do parque ou estava simplesmente ‘se divertindo’ como porta-voz afirmou.

Foto: Daily Mail
Foto: Daily Mail
Em um ponto outro animal se aproxima e tenta ajudar a deslocar a baleia-piloto presa, mas sem sucesso. (Foto: Daily Mail)
Em um ponto outro animal se aproxima e tenta ajudar a deslocar a baleia-piloto presa, mas sem sucesso. (Foto: Daily Mail)

As imagens foram filmadas por Carlo De Leonibus, 33 anos, que levou a sua mulher Ashley e sua filha Catiana ao parque para comemorar o aniversário de 11 anos da garota na semana passada.

O incidente horrível ocorreu quando o show programado foi abruptamente cancelado devido a um raio.

Enquanto membros do elenco e treinadores do show deixaram o palco, os animais foram deixados no tanque e uma baleia ficou presa em uma saliência na borda da piscina.

As imagens mostram a claramente angustiada luta da baleia enquanto ela tenta se mover; em um ponto outro golfinho vem e tenta ajudar – mas sem sucesso.

“Ela ficava se batendo. Outros golfinhos vieram para empurrá-la de volta, nadando em torno dela. Mas ela não voltava”, De Leonibus disse ao canal WTSP.

Espectadores irritados e perturbados com o que estavam testemunhando podem ser ouvidos no vídeo gritando para alguém para ajudar o animal.

De Leonibus se aproximou de um trabalhador do SeaWorld, que lhe garantiu que o animal voltaria à água.

“Ele diz: ‘Ah, é normal. Isto é o que eles fazem. Esta é a forma como eles se divertem. Eles estão apenas brincando’”.

Então dois treinadores chegaram para ajudar a empurrar os animais de volta para a piscina.

De acordo com De Leonibus, sua filha ficou perturbada e aborrecida com o que tinha presenciado.

“Ela estava inconsolável. Ela estava chorando à noite. Ela estava muito chateada. Ela achava que o SeaWorld iria cuidar de seus animais”, disse o pai.

Em resposta ao vídeo, o parque temático emitiu um comunicado dizendo que o animal não estava em perigo.

Nota da Redação: O problema em relação ao SeaWorld e parques que exibem os animais e os treinam para os shows está na própria natureza desse tipo de negócio. Leia mais sobre espetáculos com cetáceos e outros animais no guia de turismo responsável.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Se antes os frequentadores se divertiam com essas atrocidades, agora já começam a acordar para este tipo de desrespeito aos animais. Não há divertimento algum, apenas lucro as custas da vida de outros.

  2. Os minutos que ele fica fora da água são pavorosos, ele parece estar cansado demais pra voltar. Sensação horrível e as pessoas que estavam la presenciaram a negligencia, espero que muitas tenham aberto os olhos…

  3. E tem gente que ainda acha que: é porque é “SeaWorld”, é porque é “EUA”, os animais são super bem tratados…

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>