• Home
  • Filmagem mostra condições horríveis em zoológico canadense

Filmagem mostra condições horríveis em zoológico canadense

0 comments

Por Claudia Braghetto (da Redação)

Foto: Reprodução/ Facebook / Concerned Albertans for Animal Welfare and Public Safety
Foto: Reprodução/ Facebook / Concerned Albertans for Animal Welfare and Public Safety

Imagens gráficas e filmagem obtidas no GuZoo Animal Farm, em Alberta, no Canadá, mostram as condições de vida deploráveis dos animais que estão vivendo lá. Esta não é a primeira vez que as instalações são questionadas, e agora estão sujeitas a uma investigação pela polícia montada Royal Canadian (RCMP).

Foto: Reprodução/ Facebook / Concerned Albertans for Animal Welfare and Public Safety
Foto: Reprodução/ Facebook / Concerned Albertans for Animal Welfare and Public Safety

A filmagem e fotos foram feitas durante o feriado do Canada Day por um denunciante anônimo. Elas foram então postadas no YouTube pelo Council of Concerned Albertans for Animal Welfare and Public Safety (CCAAWPS).

As fotos e vídeo mostram as condições absurdas que 400 animais que vivem na GuZoo tem que enfrentar.

O CCAAWPS chamou o mais recente olhar pelas condições na GuZoo de “as evidências mais condenatórias até o momento, retratando as operações negligentes e abaixo dos padrões na GuZoo, que tem sempre existido e continuam a existir”.

São mostradas jaulas e áreas de preparação de comida imundas, potes de comida cheios de larvas e uma pilha imensa de lixo repleta de cadáveres de animais do zoológico e cães, sendo esta de livre acesso de outros animais do local, cães e animais silvestres.

Problemas com o zoológico e preocupações com o bem-estar dos animais de lá acontecem desde que o local conseguiu sua licença em 1990.

Essas preocupações variam desde repetidamente falhar em alcançar padrões estipulados e permitir que o público interaja com animais, a múltiplas citações por guarda ilegal e tráfico de animais exóticos, e lesões a animais e visitantes – sem contar as reclamações frequentes sobre água suja, comida mofada, animais doentes e machucados, fugas, mortes não justificadas, carcaças apodrecendo em jaulas e abrigos inadequados, entre outras coisas.

Foto: Reprodução/ Facebook / Concerned Albertans for Animal Welfare and Public Safety
Foto: Reprodução/ Facebook / Concerned Albertans for Animal Welfare and Public Safety

O zoológico foi finalmente desativado em 2011, após o clamor público e uma inspeção que foi conduzida pela Associação de Zoológicos e Aquários (CAZA), e que achou diversas questões.

Este deveria ter sido o fim do assunto, mas a decisão foi revertida mais tarde pelo governo da província, então o zoológico permanece aberto.

“É chocante, absolutamente chocante, que esses oficiais do governo irão continuar a deixar esse lugar se safar”, Julie Woodyer, diretora de campanha da Zoocheck do Canadá, disse ao Calgary Herald, na época.

O proprietário, Lynn Gustafson, se recusou a comentar sobre o último vídeo, mas chamou os ativistas que têm causado problemas ao zoológico de “terroristas domésticos”, e ameaçou fechar as instalações para o público se a RCMP não fizer algo.

Gustafson aparentemente também tentou justificar os vários cadáveres mostrados na filmagem dizendo que seria possível se ver a mesma coisa se você invadisse o Zoológico de Calgary.

Ele então admitiu que cães são assassinados às vezes, quando não se encontram lares para os mesmos.

Ele também admitiu que a comida seja, às vezes, infestada por larvas, mas que ela não seria dada aos animais. Isto não faz sentido, no entanto, uma vez que a comida contendo larvas já estava dentro da jaula com os animais – apesar de, pela lógica dele, talvez não conte se as larvas entrarem lá após os animais serem alimentados.

Um oficial da SPCA investigou o local na última sexta, mas não registrou nenhuma queixa. O CCAAWPS registrou uma reclamação com o governo.

Um porta-voz da Alberta Environment disse à CTV News que eles estão revendo o vídeo e irão investigar o que viram. Isso poderá resultar em advertências, ordens judiciais ou processos, se for julgado que o zoológico violou o Ato de Vida Selvagem de Alberta ou o Ato de Proteção Animal.

Para atualizações e mais informações sobre como ajudar, visite a página do facebook do CCAAWPS.

Abaixo você poderá ver a filmagem obtida pela RCMP, mas, por favor, esteja ciente de que as imagens são perturbadoras.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Ainda bem que tem pessoas que filmaram para o mundo ver as barbaridades naquele zoo. Quanta tristeza aqueles gatinhos, os pássaros num espaço muito pequeno, os pratos cheios de larvas. Inacreditável, absurdo JUSTIÇA.

  2. Se esse zoológico esta assim, nessas condições apontadas pela reportagem, estando em um País rico e onde leis são cumpridas, dirá em zoológicos onde faltam subsídios e leis…
    Esses locais nem deveriam existir mais tamanha a brutalidade com a dignidade e o bem-estar dos animais ali aprisionados para voyeurismo absoluto.
    Triste. Muito triste.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>