• Home
  • Como cuidar do sorriso do seu animal?

Como cuidar do sorriso do seu animal?

0 comments

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Consulta veterinária, banho, tosa, passeio, brinquedos, ração e roupinha. O combo de cuidados e atenção com os animais é grande, mas há um quesito que muitas vezes acaba ficando de fora da lista: a atenção à saúde bucal dos bichinhos. “A maioria da população acha que a falta de uma atenção à saúde bucal dos animais não gera consequências sérias, mas na realidade diversas doenças podem se instalar devido à falta de cuidados com a boca do animal”, alerta Luis Henrique M. C. Gomes, médico veterinário especializado em odontologia animal.

De acordo com o veterinário, a principal doença que cães e gatos têm em decorrência da falta de atenção à saúde oral é a doença periodontal, que gera como consequências mau hálito, gengivite, tártaro e a perda dentária. Além disso, a falta de cuidado com a dentição animal gera outros problemas mais graves como a doença periodontal que é uma infecção crônica na boca, que se não tratada pode provocar doenças cardíacas, renais, hepáticas, articulares e outras.

Uma boa forma de identificar se há algo de errado com a saúde bucal do animal é prestar atenção ao hálito dele. “ O mau hálito é um dos indícios de que seu animal provavelmente está precisando de um tratamento oral”, explica o veterinário. Outros sintomas de que algo está errado são sangramento nas gengivas, presença de tártaro, salivação intensa, falta de apetite, apatia, inchaços na face e dentes fraturados. “Uma coisa que tento sempre fazer com que meus clientes se lembrem é que a nossa saúde e a saúde dos animais começa pela boca”.

O ideal é procurar um profissional quando notar algum sintoma. Além disso, a prevenção deve ser iniciada com os filhotes, com a escovação dentária de cães e gatos com produtos próprios para uso animal. O mercado oferece escovas próprias, pastas, antissépticos bucais e até petiscos terapêuticos.

Alimentação
Existem alimentos que aceleram a evolução de doenças orais tanto para os cães quanto para os gatos. Um exemplo são os alimentos mais amolecidos ou pastosos, que aceleram o desenvolvimento da doença periodontal.

Alimentos secos são boa opção
Deve-se sempre optar, em primeiro plano, pelas rações secas comerciais que auxiliam na remoção mecânica da placa bacteriana (que é um dos principais fatores de doenças orais) durante a mastigação.

Fonte: Diário de S.Paulo

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>