• Home
  • Mulher finge ser funcionária da prefeitura e sequestra cachorro em Araçatuba (SP)

Mulher finge ser funcionária da prefeitura e sequestra cachorro em Araçatuba (SP)

0 comments

Uma mulher arrombou o portão de uma casa e sequestrou um cachorro SRD de 50 dias neste domingo (2), em Araçatuba (SP). De acordo com a polícia, os tutores disseram que saíram para ir ao shopping e quando voltaram o animal havia sumido.

Segundo os policiais, uma testemunha contou que vizinhos, ao verem a mulher forçando a abertura do portão, a questionaram sobre o ato. Em resposta, a suspeita disse ser funcionária da prefeitura e que tinha autorização para levar o cachorro.

A prefeitura informou, por nota, que nenhum funcionário do Centro de Zoonoses trabalhou no período da tarde no domingo. A notificação esclareceu ainda que os profissionais estão sempre identificados com uniformes, crachás e carros adesivados com símbolos dos órgãos.

Outros casos

A polícia da região noroeste paulista registrou mais um sequestro de cachorro, desta vez em Ubarana (SP). O caso aconteceu no domingo (19), em uma residência da cidade. O tutor do animal, o empresário aposentado Roberto Ricce, acredita que possa se tratar de um roubo premeditado.

Segundo informações do aposentado, a casa foi invadida durante sua ausência. Foram levados um computador, TV, um motor de popa e o que ele considera o bem mais precioso: a cachorra Nina, de 2 anos. “Quando cheguei eu fui direto verificá-la e vi que a tinham levado. Eles reviraram a casa atrás do pedigree, mas não encontraram. Não me importo com bens materiais, só queria minha cachorra”, comentou Ricce.

De acordo com o aposentado, os criminosos sabiam o que estavam fazendo. “É um cachorro caro, só tinha ela na cidade, que é pequena e todo mundo conhece todo mundo. Eles sabiam da Nina e vieram no intuito de levá-la”, acredita Ricce.

Um caso semelhante e com a mesma raça de cachorro foi registrado no fim de semana em São José do Rio Preto (SP). Oito cães da raça pug da China foram sequestrados durante uma invasão seguida de roubo, em uma propriedade utilizada para criação de cães para comércio. Como se não bastasse a exploração, os animais ainda correm riscos nas mãos dos criminosos.

O criador chegou em casa e sentiu falta de uma cadela. Segundo o R7, ele foi até uma delegacia e registrou o ocorrido. Cerca de uma hora e meia depois, quando retornou, mais sete cães já haviam levados. Além do sequestro dos filhotes, os ladrões levaram artigos eletrônicos. A polícia ainda não tem pistas de quem tenha cometido o crime.

Com informações de G1

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>