• Home
  • Cão late para salvar tutor de afogamento em córrego de Rio Preto (SP)

Cão late para salvar tutor de afogamento em córrego de Rio Preto (SP)

4 comments

Por Fernando Belucci

Bayon, o cão que alertou vizinhos e familiares sobre a morte do tutor na região (Foto: Reprodução/TV Record)

Um cão chamado Bayon encontrou o corpo do tutor, que morreu afogado no domingo (25) em Paulo de Faria, município da região de Rio Preto.

De acordo com a polícia, Ricardo Aparecido da Silva, de 46 anos, estava em um córrego a 200 metros da casa onde morava. Ele foi ao local nadar no domingo pela manhã depois de uma discussão com a família.

Segundo o sargento da Polícia Militar, Laércio da Cruz, o córrego é raso, mas havia um poço natural. Ricardo caiu nessa parte funda e se afogou. Bayon, que também estava no córrego com o tutor, tentou tirar Ricardo da água, mas não conseguiu. O animal correu até a casa e latiu por minutos para Rosângela da Silva, irmã da vítima. Sem sucesso, o cão voltou ao rio e deitou-se ao lado da água.

Só de noite, um vizinho que passava próximo do riacho ouviu o cão latir. Com uma lanterna viu vulto do corpo de Ricardo submerso na água. Ele avisou os parentes da vítima e um sobrinho foi ao local.

Bayon mergulhou e indicou o local exato do corpo. O sobrinho então usou um gancho para retirar o corpo de lá. O sargento Laércio diz que, se alguém houvesse ido ao rio na primeira vez em que o cão latiu, Ricardo poderia ainda ser salvo. “Mas quem poderia imaginar que os latidos eram um aviso?”, questiona o policial.

Fonte: Rede Bom Dia

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. “Mas quem poderia imaginar que os latidos eram um aviso?”, questiona o policial…

    Eu não acho “normal” o cachorro ficar latindo sem motivo né..

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>