• Home
  • Homem assume que espancou cão até a morte, em Lins (SP)

Homem assume que espancou cão até a morte, em Lins (SP)

17 comments

Equipe da TV Tem foi até a casa do suspeito de matar o cachorro. (Foto: reprodução/TV Tem)

O homem acusado de bater em um cachorro até a morteem Lins, no interior de São Paulo, se defendeu na manhã desta quinta-feira (14). Segundo informações da polícia, que investiga o caso, em depoimento ele contou que pegou o cachorro, da raça poodle, na rua para cruzar com a cadela que tem em casa, mas os animais teria se desentendido e ele chutou o cão, que acabou morrendo. Ele contou ainda que colocou o cachorro em um saco de lixo e o corpo foi levado pelos lixeiros.

Hoje, em entrevista a equipe de reportagem da TV Tem, afiliada da Rede Globo, o homem confirmou a história, mas, se defendeu. “Não chutei tão forte assim, mas, o cachorro era velho, tinha 11 anos”, afirma. Ele disse ainda que não tinha a intenção de machucar o cachorro e está arrependido. “Eu não medi a força, não sei o que aconteceu. Acredito que foi mesmo porque o cachorro já era velhinho. Mas, eu admiti o que fiz e estou arrependido”, completou.

A polícia chegou até ele na terça-feira (13) após a denúncia dos tutores do animal, que desapareceu no último domingo (11). De acordo com o delegado Luiz Roberto Bertozzo, o homem vai responder por crime ambiental, com pena que varia de 3 meses a um ano. “Como trata-se de uma pena leve, será feito um termo circunstanciado, que será encaminhado ao Ministério Público e ao Judiciário”, explica.

O corpo do cachorro ainda não foi encontrado, mas, o delegado garante que o homem vai responder pelo crime da mesma forma. “Estamos fazendo diligências para tentar localizar o corpo do cachorro, encontrando, as provas ficam mais evidentes. Mas, na falta disso, cabe, neste caso, a confissão e as testemunhas, portanto ele vai ser punido”, esclarece.

Indícios de maus-tratos

Vizinhos do homem contam que não é a primeira que ele maltrata um cachorro. Uma das vizinhas, que preferiu não se identificar, disse que já presenciou outras agressões. “Passeando com as minhas cachorras eu já presenciei os maus-tratos. Ele estava brincando com a cachorra e do nada a chutou. Já vi essa cena várias vezes”, afirma.

Ela conta ainda que já tentou denunciar o homem, mas, precisava se identificar e ficou com medo da reação dele. “A gente não sabe como ele pode reagir, o que ele pode fazer”, completou.

Sobre o caso

A tutora do poodle, Jucelen Lilian dos Santos, contou que Luck, como era chamado o cachorro, costumava sair de casa, mas, sempre voltava minutos depois. “No domingo, ele saiu como de costume, mas, não voltou mais. Então nós anunciamos o desaparecimento em uma rádio da cidade”, explica.

A tutora do cachorro afirma que ele costumava sair de casa, mas sempre voltava. (Foto: reprodução/TV Tem)

A dona de casa disse ainda que na terça-feira (13) recebeu uma ligação de vizinhos do homem que teria pego o cachorro. “Eles disseram que homem judiava demais do cachorro e que ele tinha as características anunciadas na rádio. Meu marido foi até lá e mostrou a foto do Luck e os vizinhos o reconheceram, mas, disseram que na noite anterior ele tinha chorado muito e na manhã de hoje (terça-feira) o homem tinha batido mais nele e, desde então, não ouviram mais o choro e nem viram o cachorro”.

Depois das suspeitas de que o animal tinha sido morto, o marido de Jucelen registrou boletim de ocorrência e os policiais foram até a casa do suspeito, que confessou o que tinha acontecido. A família está chocada com o que aconteceu. A tia de Jucelen, Maria Gorete Cavina, contou que quem mais sofre é o filho da dona de casa, de apenas 13 anos. “Ele tem sindrome do pânico e diabetes, então, o cachorro era um companheiro, ajudava no tratamento dele”, afirma.

Fonte: G1

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Desgraçado! Tomara que tenha o mesmo fim! Mas os tutores tb são irresponsáveis!! Cachorro não é pra ficar solto na rua.. por mais acostumado que esteja. Eles sempre vão estar sujeitos a situações como essa!

    1. mesmo assim,o cachorro so esta sujeito a isso pq o ser humano ´´´é´covardeeeeeeee………so todos fossemos realmente bons o cachorro poderia ate voar q todos respeitariam e eu estava junto com meu cachorro e um policial espancou muito mesmo meu cachorro ai eu nem pensei xinguei ele de tudo

  2. Espero que sirva de lição para todos os tutores que acreditam ser normal o cão sair pra passear na rua sózinho.

    Lamentável!!

  3. pra quer perder tempo e policiais p achar o cachorro morto??? nao vai mudar nada, ele ainda só vai pagar cesta basica. justiça brasileira é um lixo mesmo

  4. Concordo! Que tutor é este que deixa um cachorro já com idade ir á rua sozinho? Maus tratos aos animais, ESTA PORCARIA TEM QUE ACABAR!

  5. Que chutinho o quê? Esse covarde espancou o pobrezinho até a morte…maldito!! Espero que seja preso, mas não vai mesmo…graças a essa Justiça de nada que nós temos!!

  6. Sim… outra aberração, mas aqui cabe uma ressalva: o delegado está bem empenhado em punir o agressor e está até procurando o corpo do cachorro. Mas vai seguir com o processo e buscar punição mesmo se não achar o corpo. A medida é tão civilizada que nem parece que é no Brasil, né? Gravem bem essa história. Precisamos de medidas assim. Leiam a matéria. Comentem. Compartilhem. É difícil um caso assim.

  7. É errado deixar o cão na rua mas isso não é motivo para aquele monstro fazer o que fez.Ele que “cruze” a mãe dele com a sogra…

  8. Se todo arrependimento trouxer algo mortal de volta, ninguém pagaria o preço que é a punição. Mas aqui no Brasil, é só se arrepender e pronto. Temos que dizer NÃO aos maus tratos. Brasileiros, por caridade denunciem. Nossos amigos peludos agradecem. Ana Lucia B. Fioroni Pres. Prudente SP

  9. Não mediu as forças? Nao tem costume de bater em animal?
    Há chega de desculpas esfarrapadas para justificar maus tratos e mortes de animais. Já confessou o que fez o tá arrependido… certo… até estupradores de crianças se arrependem e fazem novamente. O Brasil precisa de leis super rígidas quando o assunto é maus tratos a qualquer ser, humano ou animal. Nada justifica isso. Espero que justiça seja feita. E amantes dos animais nao deixem seus bichinhos soltos, eles correm todo o tipo de risco fora da nossa vigilancia.

  10. como é ? E como esse povo ouviu o cachorro chorando e não fez nada ? Medo ? Ah por favor, medo é o caramba, aí agora esse imbecil desse homem tá dizendo só deu um chute, sendo que os vizinhos disseram que ele bateu nele durante dois dias.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>