• Home
  • PRF prende 118 pessoas em operação de combate a crimes ambientais no RN, PB e PE

PRF prende 118 pessoas em operação de combate a crimes ambientais no RN, PB e PE

0 comments

Durante toda a semana passada, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou nos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco Operação Temática de Combate aos Crimes Ambientais (II OTECCA).

A operação teve como objetivo transmitir conhecimentos e uniformizar procedimentos relativos ao combate aos crimes ambientais. A operação contou com dois dias de parte teórica, com instrutores da própria PRF, e o restante de prática, com 40 policiais rodoviários federais se revezando nos três estados.

Durante a operação em Natal/RN, foi abordada a Feira Livre de Nova Natal, onde foram detidas dez pessoas que comercializavam pássaros silvestres. No total foram apreendidos 52 pássaros de várias espécies, entre elas, o pintassilgo que está ameaçado de extinção. A PRF lavrou  o Termo Circunstanciado de Ocorrência e o IBAMA, o auto de infração. A multa é de R$500,00 por animal e R$5.000,00 se estiver na lista de extinção.

Em Assu/RN, durante operação conjunta com o IBAMA foram abordadas várias madeireiras que se encontravam com pendências em relação à movimentação do DOF (Documento de Origem Florestal). Este documento é necessário para toda movimentação da madeira, desde a extração até o consumidor final. Foram apreendidos mais de 200m³ de madeira serrada irregular.

Nos outros estados, destaque para Recife/PE, onde foram apreendidos 262 canários da terra, dois galos de campina e um papa-capim – aves silvestres nativas da fauna brasileira. A ação contou com o apoio do IBAMA e do Ministério Público Estadual de Pernambuco. Foram lavrados 78 autos de infrações, sendo mais de R$ 15 milhões em valores de multas. O clube cobrava ingressos de R$ 5,00 para sócios e R$ 10,00 para não sócios. Foram 75 detidos e conduzidos às delegacias de polícia civil para lavratura de termos circunstanciados de ocorrências – TCO.

Já em Santa Rita/PB, região metropolitana de João Pessoa, foi abordada uma rinha de galos que resultou na detenção de dez pessoas e na apreensão de 15 galos que seriam usados em apostas. Entre os suspeitos de participação estão três policiais militares e um procurador de Justiça. O grupo foi encaminhado para a delegacia da Polícia Civil para prestar depoimento. Conforme informou o IBAMA, os galos encontrados nas brigas passarão por uma avaliação veterinária e os mais debilitados poderão ser sacrificados.

Fonte: Tribuna do Norte

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>