• Home
  • População de leopardos no Extremo Oriente russo está aumentando

População de leopardos no Extremo Oriente russo está aumentando

2 comments

(Foto: Reprodução/ Voz da Rússia)

A população de leopardos no Extremo Oriente russo está aumentando, de acordo com os ecólogos. Na região de Primoriye, onde está sendo construido um parque nacional Terra do Leopardo. Uma das câmeras fotográficas, instaladas pelos especialistas do Fundo Mundial para a Natureza da Rússia (WWF), fotografaram um novo leopardo. De onde chegou o novo visitante é uma pergunta que ainda está sem resposta. No entanto é claro uma coisa: os esforços feitos para salvar a população em extinção deram resultado.

O leopardo do Amur é um dos felinos mais raros do planeta. O número total de animais desta espécie não é mais que 45 felinos. O seu habitat é limitado. Os leopardos vivem nas regiões montanhosas das florestas da taiga russa, no Nordeste da China e na Península Coreana.

Observar estes felinos inteligentes, graciosos e belíssimos, mas muito reservados é uma tarefa bastante difícil. Para isto, são usadas cameras fotográficas automáticas.

Os especialistas explicam que os felinos se sentem seguros na reserva e por isso não são tão reservados. Depois da criação do parque nacional Terra do Leopardo, o terrítorio irá ser aumentado. Esse grande projeto tem como objetivo refazer uma parte das fronteiras entre a China e  Rússia, diz Serguei Aramilev.

O parque tem fronteiras com outro parque, nas fronteiras da China. Trata-se do parque Huntchun. Há intenções, à nivel de governo, de assinar um acordo com esta reserva e formar um território trans-fronteira, depois da criação da Terra do Leopardo. Isso implica a troca de experiência e informações, o que ajudará a resolver e evitar vários problemas relacionados ao contrabando de animais. Isto é importante, pois os animais não reconhecem fronteiras: os leopardos vão à China e voltam à Rússia. É preciso que os animais se defendam e se salvem.

Para os especialistas, o inverno e o começo da primavera é um ótimo período para realizar a análise estatistica. As folhas das árvores não atrapalham a filmação e, além disso, as pegadas na neve são mais reconheciveis. Os ecólogos russos acreditam que a população dos leopardos irá aumentar e que a vida destes incríveis felinos serão contadas por mais fotos.

Fonte: Voz da Rússia

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Lindos animais!! Estava vendo na tv que só tem uma espécie de leopardo que se espalhou pelo mundo e se adaptou a cada região, no caso das regiões mais frias criou pelos mais longos, é incrível a força para sobrevivência desta espécie, que continua firme apesar do “Homem”.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>