• Home
  • Orangotangos continuam sendo tratados como ‘peste’ pela indústria de óleo de palmeira, na Indonésia

Orangotangos continuam sendo tratados como ‘peste’ pela indústria de óleo de palmeira, na Indonésia

11 comments

Orangotango cuja mãe foi morta em uma plantação

Por Lobo Pasolini (da Redação)

A Rainforest Rescue, uma ONG que trabalha em prol das florestas tropicais, lançou um abaixo-assinado pelos orangotangos que estão sendo dizimados pelos donos de plantações de palmeiras das quais são feitos um óleo usado em comida e produtos de limpeza.

Segundo um relato da BBC, os orangotangos são tratados como ‘pestes’ e exterminados em plantações na Indonésia e Malásia. Somente no último ano, 1.800 orangutangos foram mortos em Kalimantan (Indonésia).

Os animais vagam pelas plantações parecendo atordoados, procurando comida e acabam se alimentando das sementes de palmeira. Os trabalhadores então são pagos para matar os orangotangos antes da floresta ser derrubada ou nas plantações, apesar de ser totalmente ilegal perturbar, ferir ou matar qualquer orangotango.

Visite este website (em inglês) para aprender mais sobre essa tragédia escondida em produtos nas prateleiras de supermercados. Aqui você assiste ao excelente documentário Green The Film sobre o que está acontecendo com os orangotangos.

About the Author

Follow me

Blogger, jornalista, videomaker, ativista vegano.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Tudo por causa do dinheiro. A humanidade vai ser castigada de tal forma por causa das barbáries que comete que muitos não vao querer nem ter nascido…

  2. Depois que vi o documentário Green fiquei muito triste, mais uma vez, com a raça humana. Está mais do que na hora disto acabar, mas como? Volta Jesus!

  3. quanta falta de decençia dessas pessoas por acasso se ele nao gostao deles liguem pro ibama de vez de matar os animais que falta de educaçao……..

  4. O hábito de exterminar outros seres para dar lugar e espaço para desenvolver os seus interesses, já é uma característica marcante do ser humano.
    Sempre foi assim, neste caso com orangotangos, não há nada a se estranhar.
    O maior predador que este planeta já acolheu foi o ser humano.
    Mata por prazer, interesse econômico, divertimento, lazer, alimentação desnecessária.
    O móvel do crime não importa.
    O fato é que somos OS DEMÔNIOS PARA OS ANIMAIS.
    E a continuar assim, só vamos PARAR quando não existir mais nenhuma espécie a não ser a nossa.
    Aí nos mataremos mutuamente.

    Mas sempre houveram e parece que cresce o número de pessoas DESPERTAS para a sensibilidade, a justiça e a ética e a nossa esperança se firma nesse movimento.
    Ainda acreditamos

    UM MUNDO MELHOR É POSSÍVEL
    PAZ PARA TODOS OS SERES
    2012 VEGETARIANO

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>