• Home
  • Homem que confessou torturar cadela em SC responderá por crime de maus-tratos

Homem que confessou torturar cadela em SC responderá por crime de maus-tratos

23 comments

A Polícia Civil de Santa Catarina intimou um homem a comparecer na delegacia de Rio Negrinho após denúncias de que o tutor de uma cadela da raça Boxer estava agredindo o animal. Ele vai responder pelo crime de maus-tratos, cuja pena de detenção pode variar de três meses a um ano, além da multa.

Imagem da polícia mostra cadela acuada durante agressão em Santa Catarina (Foto: Polícia Civil SC/divulgação)

A denúncia chegou à polícia contendo uma fotografia, na qual era possível ver a cadela sendo estrangulada pela coleira por uma pessoa de sexo masculino.

As denúncias também relatavam que os maus-tratos eram frequentes.

O animal, de 1 anos de 3 meses, pertence à mulher do suspeito e era agredida sempre por ele quando ela não estava em casa. Além de agressões físicas, o marido também costumava jogar “bombinhas” em direção à cadela, para que ela tivesse medo.

A Polícia Civil investigou o caso e começou a filmar as agressões à distância e flagrou, em imagens, a cadela, acuada, escondendo-se em uma casinha, com medo, após ele agredi-la com chutes, grites e puxá-la agressivamente pela coleira.

O marido foi intimado a comparecer na delegacia e, segundo a Polícia Civil, confessou as agressões.

Fonte: G1

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Infelizmente muitas pessoas continuam agredindo animais indefesos em várias partes do país, a lei de defesa dos animais precisa ser atuante, e divulgada em todos os veículos de comunicação apra informar que agredir animais é crime, e que haja de fato punição aos culpados. Só assim essa constante barbaridade vai ser atenuada.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>