• Home
  • Ursos são confinados e torturados em espécie de prisão no Canadá

Ursos são confinados e torturados em espécie de prisão no Canadá

45 comments

Por Patricia Tai (da Redação)

Urso sendo transportado para prisão (Foto: Reprodução/Huffington Post)

Os ursos polares que vagueiam até a pequena cidade de Churchill, no Canadá, encontram uma grande surpresa.

Presos em pequenas celas de uma verdadeira prisão, e recebendo nada além de água durante meses, o objetivo é que estes ursos tenham uma experiência tão horrível ao visitar Churchill que nunca se aproximem da cidade novamente.

“Nós tentamos fazer a sua estadia tão desagradável quanto possível”, disse Bob Windsor, que trabalha no local.

Foto: Reprodução/Huffington Post

Os ursos polares famintos invadem Churchill, considerada a “capital do urso polar”, durante a primavera e o verão, quando o gelo derrete e a sua fonte de alimentos torna-se limitada.

O armazém contém 28 celas, cada uma com seis metros quadrados de largura, onde ursos de meia tonelada são mantidos trancados e separados uns dos outros.

Punição extra é dada aos ursos considerados mais ‘impertinentes’.

Neve é empurrada através das gaiolas, mas eles ficam sem comida. As autoridades que cuidam da prisão negam a crueldade do tratamento dado aos ursos durante o verão.

 

Foto: Reprodução/Huffington Post

Alisson Hood, diretor da Born Free Foundation, disse ao Huffington Post, no Reino Unido: “Eu visitei a cadeia dos ursos polares há cinco anos atrás. Era um local básico, apenas um velho hangar. A prisão evita que a cidade tenha de matar os ursos. Os ursos polares são, definitivamente, famintos, mas a população não quer que os ursos associem Churchill a alimentos, caso contrário poderiam causar um problema para a cidade. Não é cruel, mas uma necessidade, quando se tem carnívoros perigosos vivendo ao lado de uma população. Permite a conservação.”

A prisão foi instalada após habitantes da pequena cidade de Churchill terem se incomodado com os ursos invadindo suas casas e carros em busca de comida. Cerca de 1000 ursos vagavam pela vila à procura de comida.

O número de ursos capturados para o confinamento cruel é tão grande que, quando não há celas suficientes na prisão, os ursos são sedados e transportados para o norte, de onde fazem sua caminhada anual para a Baía de Hudson.

Nota da Redação: A doença humana que hoje contamina boa parte da sociedade faz um caminho perverso: primeiro destrói e ocupa os habitats dos animais, deixando-os sem seu abrigo natural e recursos para sobreviverem na natureza. Depois os culpa de “aterrorizarem”a população humana com suas aparições em busca de alimento. E, finalmente, quando nada de pior se espera, os humanos criam uma prisão para mostrar a esses animais que não ‘invadam’ os espaços que na realidade lhe foram tomados. Incoerência, prepotência e crueldade são os ingredientes dessa terrível e macabra medida a que estão sendo submetidos esses animais.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Um animal maravilhoso e poderoso, indefeso nas mãos desses monstros. É lamentável demais e mais lamentável ainda saber que o governo apoia um absurdo desses.

  2. O QUE É ISSO ???? É UM TOTAL ABSURDO !!! CADÊ AS AUTORIDADES , A ONU , AS ONGS, OS PROTETORES, A IMPRENSA …COM CERTEZA TEM GENTE GANHANDO MUITA GRANA POR TRÁS DISSO! EU NÃO QUERO MAIS VOLTAR PARA ESTE PLANETA E TER QUE CONVIVER COM SERES HUMANOS !!! MEU DEUS ME DÁ UMA DISPENSA DESSA TORTURA !!! PELO AMOR !!! O SER HUMANO É A PIOR ESPÉCIE DO UNIVERSO !!!!

  3. Homens não! BESTAS, é o que eles são!! E ainda por cima são estúpidos. Acham que os Ursinhos entendem a ganância dos DES-humanos??!! E Deus, por onde anda?…

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>