• Home
  • Homem que filmou enfermeira matando cachorro presta depoimento

Homem que filmou enfermeira matando cachorro presta depoimento

70 comments

O homem que filmou uma enfermeira de Formosa, no Entorno do Distrito Federal, espancando até a morte um cachorro da raça Yorkshire, começou a prestar depoimento na manhã desta segunda-feira, em Barra do Garças (MT), onde mora. Claudemir Rodrigues Maciel foi convocado a depor por carta precatória, a pedido da delegacia de Formosa.

Claudemir afirmou que começou a filmar as agressões ao ser acordado pelos latidos do cachorro. Ele passava o fim de semana no apartamento da madrinha da filha, que é vizinha da enfermeira. Ele admitiu que já tinha conhecimento das agressões da enfermeira ao animal e, por isso, decidiu gravar a cena.

Claudemir gravou tudo da área de serviço, que dá vista para a o apartamento da enfermeira, que fica um andar abaixo. De acordo com Claudemir, ele ainda filmou o cão vivo no dia seguinte. O animal estava molhado, na área de serviço.

A expectativa é de que a enfermeira preste depoimento ainda nesta semana. O delegado disse que negocia com a defesa da mulher uma data para ela depor.

A enfermeira chegou a afirmar que havia cometido a agressão porque estava num “mau dia”, minimizando o ocorrido.

O vídeo, publicado no Youtube, teve grande repercussão nas redes sociais.

Fonte: Jornal do Brasil

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Tem de haver justiça……a dor que a cachorrinha deve ter passado…..essa bruxa nao se arrepende em momento algum da tamanha crueldade…..Monstra,tem de sofrer mais do que fez a york sofrer…..desgraçada….

  2. Ai, gente… Sei reconhecer o quão importante foi realizar essas filmagens, sem dúvida alguma!!! Mas, desde que vi isso, me pergunto diariamente porque ele não interviu? Bastava gritar com ela logo no iníco das filmagens. Bastava dizer que estava vendo tudo e que ela era responsável pela integridade do animal. Acho que assim essa sacana teria receio de matá-lo. Ao menos pararia com aquela violência brutal naquele instante. Em seguida ele poderia ligar para a polícia, entrar na internet e pesquisar por ONGs de defesa dos animais e pedir ajuda, enviar essas imagens a essas ONGs no mesmo instante. Jurídicamente, ele até poderia invadir a casa, pois era causa de flagrante delito, ou mesmo para prestar socorro, situações previstas na Constituição. Bastava gritar!!! As imagens dos primeiros segundos já eram suficientes para salvar a cadelinha das mãos daquela infeliz. Que sangue frio. Posso parecer injusto, mas isso é omissão, e é tão grave quanto a ação. Desculpe o desabafo, estou mal desde o dia em que vi aquilo.

  3. Antes que entendam mal, não quero de forma alguma inverter a ordem das coisas. A culpada é ela!!! E para isso não há desculpa ou explicação. Só quero deixar claro que nessas situações DEVEMOS AGIR ao menos gritar e procurar ajuda de quem sabe como proceder. Tem que ser IMEDIATAMENTE!!!

  4. será que uma pessoa tão cruel pode atuar como enfermeira ?
    Vai matar os pacientes .tem que colocar essa louca numa solitária porq essa é perigosa …

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>