• Home
  • Feira bate novo recorde de adoção em 2011

Feira bate novo recorde de adoção em 2011

4 comments

A temporada 2011 da Adotanimal ultrapassou todas as metas previstas, batendo novos recordes ano após ano.
A GCZ (Gerência de Controle de Zoonoses), da prefeitura de Santo André, previa 500 animais adotados em feiras.
O trabalho assertivo da equipe registrou 598. No total, foram 818 adoções incluindo as efetuadas diretamente no canil, contra um total de 733 em 2010 e 501 em 2009.

Local/ A feira gratuita é promovida pelo Departamento de Vigilância à Saúde e acontece sempre no ultimo domingo de cada mês.
Os animais disponíveis para adoção diferem em raça, temperamento e idade.
Veterinários e agentes da Gerência prestam total atendimento nos dias das feiras, informando, inclusive, sobre a posse responsável e os cuidados necessários para novos amigos adotados.
Os interessados passam por uma breve entrevista para avaliar as reais condições de adoção e se o perfil da pessoa se adequa aos padrões solicitados.

Como adotar/ Para adotar um animal, é necessário ter mais de 18 anos, apresentar RG, CPF e um comprovante de endereço.
Antes de levar o animal escolhido, um veterinário da GCZ dá orientações gerais sobre cuidados, alimentação, vacinas e dicas de educação.

A adoção pode ser feita por intermédio das feiras do Adotanimal ou direto na GCZ, na Rua Igarapava, 289, Valparaíso.
Os animais deixam a feira ou o canil com o Registro Geral de Animal (RGA), castrados, vacinados, vermifugados, de banho tomado e com adereços.

Os animais menores de cinco meses doados não são castrados, porém é obrigatória à castração quando atingirem a idade apropriada.

São Caetano/ A cidade também dispõe de animais para adoção e conta com um hotsite(www.saocaetanodosul.sp.gov.br/adocaodeanimais/) que contém fotos e características dos animais do Centro de Controle de Zoonoses da cidade. Todos receberam as vacinas polivalentes e antirrábica, além da vermifugação.

O CCZ fica na Rua Justino Paixão, 141, bairro Mauá e no local é possível ver os animais.

Os animais são castrados, vacinados, vermifugados e saem de banho tomado

O GCZ dá orientações gerais sobre cuidados, alimentação, vacinas e dicas de educação

Fonte: Rede Bom Dia

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Que notícia ótima, isso prova que a maioria tem bom coração, e que a divulgação atinge pessoas que podem fazer o bem por esses anjinhos!

  2. Belo exemplo!
    Para mudar a mentalidade que leva aos maus-tratos contra os animais da família, é urgente organizar a campanha de “abandono” legal. Cada família que não se sente em condições de cuidar devidamente de um de seus membros, ou de vários deles, seja por motivo de doença, de mudança, de falta de dinheiro, poderia inscrever-se junto às mesmas ONG’s que “recolhem” os animais, geralmente já em estado avançado de lesões devidas aos maus-tratos.
    Abandonar de forma responsável é um passo para acabar com a violência contra os animais domiciliados junto a famílias que não podem dedicar cuidados nem carinho a eles.
    Assim como muitas mães “abandonam” legalmente seus recém-nascidos na maternidade e os dão para adoção legal, o mesmo deveria ser feito com animais residentes em famílias que não os podem tratar bem.

  3. Se todas as Ongs se organizassem, criariam um evento nos finais de semana na sua cidade e levariam os animais para serem doados após orientação devida ao novo tutor.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>