• Home
  • Cão siberiano sobrevive à temperatura de 50 graus negativos, para ficar ao lado de cadela morta

Cão siberiano sobrevive à temperatura de 50 graus negativos, para ficar ao lado de cadela morta

20 comments

Após duas semanas, ele foi resgatado por ativistas de animais

Sob inverno rigoroso, com temperaturas em torno de 50 graus negativos, um cachorro siberiano esteve, por duas semanas, ao lado de uma cadela que havia morrido. Sua companheira estava grávida e a suspeita é de que ela foi envenenada.

O canino, da região de Yakutsk, foi resgatado por ativistas de animais. Depois que a história foi publicada na internet, o cachorro de rua começou a receber doações de alimentos e foi levado a um abrigo para se proteger do frio e onde permanece à espera de adoção.

O cão foi apelidado de Yakutian Hachiko, nome que faz referência ao cachorro japonês que esperou, durante sete anos, o retorno de seu tutor, numa estação de trem.

Fonte: Diário da Rússia

 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Por essa fidelidade e tudo de bom que esses “anjos de pêlo” me transmitem, é que eu tenho uma Husk Siberiana legítima de 5 anos e dois filhotes, (casal), dela com um Akita……… AMO, RESPEITO DEMAIS AS SUAS NECESSIDADES E TENTO PROTEGER AO MÁXIMO OS MEUS ANJOS DE PÊLO.!
    Nunca convivi com outras raças, por isso: TENHO OS MELHORES AMIGOS DO MUNDO!

  2. Depois eles sao animais…RESPEITO, COMPANHEIRISMO, DIGNIDADE, AMOR, FIDELIDADE, DESPRENDIMENTO, COMPAIXÃO… características humanas, certo? ERRADO!! características de nossos irmãos animais, que nos dao exemplo de como deveriamos ser… quem sabe se um dia aprendemos com eles?

  3. Amado!!!!isso que é amor!!
    Tadinha dela; gente cruel, se é verdade o envenenamento!!tem que encontrar quem fez isso!
    Mas fico feliz que ele está bem agora !!vai recomeçar!

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>