• Home
  • Exposição promovida pela ANDA reúne 64 artistas brasileiros e estrangeiros

Exposição promovida pela ANDA reúne 64 artistas brasileiros e estrangeiros

15 comments

A exposição “Passarinho na Gaiola não Canta, Lamenta – Ser livre é da natureza”  inaugura em São Paulo uma longa viagem de voos livres pelo Brasil e por outros países conduzida pela Agência de Notícias de Direitos Animais – ANDA (www.anda.jor.br), o primeiro portal jornalístico que combate a violência social e a destruição do meio ambiente a partir da defesa dos direitos dos animais.

Ilustração: Eldes

A mostra, que estreia no dia 6 de dezembro e fica em cartaz até 12 de fevereiro de 2012, é uma jornada de liberdade e consciência em todas os idiomas e olhares. É um canto uníssono dos artistas pelos animais.

A proposta é despertar, por meio da arte, consciências para combater o confinamento e o comércio de pássaros e, também, educar as pessoas em relação ao triste e cruel hábito de aprisionar aves em gaiolas.

Ilustração: Alexandre Beck

A ANDA idealizou esse projeto junto com a ativista ambiental e ilustradora Lúcia Brandão, e contou com a adesão entusiasmada de 64 artistas brasileiros, portugueses, italianos e holandeses.
A exposição é um projeto sustentável, em que os desenhos dos artistas são divulgados de forma cidadã, engajada, agregando valores de consciência sobre os direitos animais e ambientais. Se não houver quem consuma, não existirá o comércio de animais silvestres, assim como não existirá o tráfico – a terceira atividade  que mais movimenta dinheiro no mundo, perdendo apenas para o tráfico de drogas e armas.

Ilustração: Aloir

A mostra está sendo patrocinada em São Paulo pela SIB – Associação dos Ilustradores do Brasil, composta por 210 artistas, que incluiu a exposição como evento paralelo do ILUSTRABRASIL8. A ação conta, ainda, com a importante parceria e apoio da Matilha Cultural, que cedeu toda sua estrutura de eventos para essa mostra inaugural.

Todas as ilustrações podem ser vistas clicando aqui.

Ilustração: Gilberto Lefevre

Exposição:
Idealização: Lúcia Brandão e ANDA
Curadoria: ANDA, SIB e Lúcia Brandão
Apoio e parceria: Matilha Cultural

Serviço:
Exposição: Passarinho na gaiola não canta, lamenta
Inauguração: 6 de dezembro de 2011
Hora: a partir das 20h
Local: Matilha Cultural
Endereço: Rua Rêgo Freitas, 542
Telefone: (0xx) 11 3256-2636
Entrada franca.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta para zelia Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Anda, vai ser um sucesso! Estou maravilhada com a adesão dos artistas, a generosidade e competência da Matilha Cultural e orgulhosa da ANDA, mais uma vez!

  2. O título da exposição é incrível…fará com certeza que muitas e muitas pessoas, revejam esse conceito tolo de aprisionar aves em gaiolas. Parabéns pelo tema e muito sucesso!!!!

  3. quem vai a esse evento gratuito, não sei. pode ser criança ou velho, o que vai contar é se essa abordagem “tem a ver” (não sei o termo que se usa) com aquela pessoa. é um evento fino. essa abordagem falando da lei e da punição já está ficando uma fórmula desgastada, além de ser uma abordagem mais grosseira e até incômoda. já esse evento é um evento de arte, e é uma abordagem fina através da arte. por isso, pode até ser que por exemplo quem mais tem pássaros no rio, que me conste são porteiros de prédios residenciais, pode ser que eles se sensibilizem. o que quero dizer é que pra certas pessoas, as vezes precisa explicar mais detalhado, mesmo sendo uma abordagem fina de arte. por exemplo, essa senhora carregando o pombo na coleira. precisaria explicar o que tem de errado nisso, qual a solução etc. em copacabana no rio é o lugar onde mais tem pombos, e todos muito, mas muito doentes mesmo. deixa-los livres e deixar comida pra eles nao é solução, porém. parece que todos quase 90 por cento estao com lepra, pois todos tem suas patinhas deformadas, faltando dedos. e muitas pessoas compram milho e painço e colocam pra eles. mas estao doentes mesmo sendo livres. essa abordagem fina e cultural é muito legal, mas só não pode esquecer de explicar tudo pois nem todos vão entender as coisas de como agir. tem gente que compra um passarinho pequitinho parece um bibelô, deixa a gaiola limpinha e compra 5 tipos de bolinhas de comidas importadas e coloca em potinhos igualmente caros e acha que o passaro esta super bem tratado. mas realmente se tem um bicho que nunca quis se deixar domesticar foi o passaro. eles nunca vao aceitar isso. eles realmente nao se sentem bem perto de humanos. todos sem exceção querem liberdade e no maximo uma ajuda de ter arvores frutiferas com as frutas que eles gostam espalhadas pelos parques, ja que as cidades acabaram com as florestas. passaros nunca quiseram ser o que caes e gatos quiseram. pessoas muito talentosas de que alem de desenharem muito bem, sabem passar a tristeza dos passaros. o desenho da senhora foi muito bem feito, pois ela mostra que não entende o que há de errado. parece que ela viu que alguém a fotografou e olhou pra pessoa sem entender! parabens a anda é muito bom que os Ativistas possam contar com o apoio da anda e fazerem essas ações juntos.

  4. 1. Vivemos em uma sociedade é extremamente hipócrita, pois ela critica criadores de pássaros, mas se alimentam diariamente de carne de animais e muitos fazem até grandes eventos em igrejas (churrascada), não poupam nem os filhotes dos animais (churrasco de bezerro ou vitela, leitãozinho etc.). Vocês já viram como é a criação de aves (galinhas) para produção de ovos? Elas vivem em cubiculos de 40 cm por toda a vida delas. Pesquisem sobre a famosa iguaria “Foie gras” e vejam como eles criam os gansos. Gente hipócrita!!!

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>