• Home
  • Operação da Polícia Civil estoura rinha de galos em Arapiraca (AL)

Operação da Polícia Civil estoura rinha de galos em Arapiraca (AL)

0 comments

Dezenas de galos explorados foram apreendidos (Foto: 7 Segundos)

A Polícia Civil de Arapiraca estourou, no final da tarde desta quarta-feira (09), uma chácara onde funcionava uma rinha de galos de briga em Arapiraca, a operação ocorreu na Rua José Amaro da Silva, bairro Nilo Coelho, mais conhecido por Barriguda.

No local foram encontrados setenta e sete animais, que estavam presos em pequenas gaiolas além de papelotes de maconha. Duas pessoas foram presas em flagrante: Davisson Pereira Santos, de 22 anos, e João Alves de Araújo, 20 anos.

O proprietário do local não foi encontrado, mas segundo informações passadas por um dos presos, a chácara pertence a uma mulher de nome Nazaré. Ele revelou a reportagem do 7segundos, que estava sem trabalhar e foi convidado pela acusada para alimentar os animais todos os dias. De acordo com o chefe de operações da Polícia Civil, Janio Barbosa, esta não é a primeira vez que a polícia vai ao local. Em outra oportunidade vários animais foram encontrados na chácara.

No local foram encontradas várias mesas e cadeiras utilizadas pelas pessoas que freqüentam as rinhas, na parte interna existe um grande espaço utilizado pelos galos para disputar as rinhas, um galo morto após um confronto foi encontrado no terreno próximo aos outros animais.

Os presos foram encaminhados para Central de Polícia e serão autuados por maus tratos a animais e uso de entorpecentes. Com relação aos galos encontrados. O Agente Janio Barbosa, informou que o Batalhão Ambiental e o Ibama foram informados do achado, mas não poderão  receber os animais apreendidos por falta de estrutura. Em alguns casos, os animais são sacrificados, principalmente por se tratar de animais violentos eles não podem ficar soltos, pois acabam brigando até a morte. Sem ter onde colocar os animais eles continuarão no mesmo local do achado.

Fonte: 7 Segundos

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>