• Home
  • Dois cães morrem após serem esfaqueados por homem, em Brasília

Dois cães morrem após serem esfaqueados por homem, em Brasília

0 comments

(da Redação)

Na tarde desta quarta-feira (9), um homem esfaqueou dois cães, um pit bull e um rotweiller, em uma casa na região da Estância Planaltina, em Brasília.

Segundo informações do Correio Braziliense, os animais teriam ‘atacado’ seu filho, uma criança de 2 anos, que foi deixada sozinha em casa pela mãe, que se ausentou para levar a filha à escola. O menino já havia sido levado ao hospital por policiais, quando o agressor cruel e friamente atacou os animais. Os cães eram do dono do terreno, identificado como Beto, onde mora de favor a família do garoto.

Os dois animais morreram, pois não restiram aos ferimentos que o pai do menino causou.

A casa onde ocorreu o incidente fica anexa a um mercado, do qual Beto é dono. Funcionários do estabelecimento e familiares atestaram que os animais eram mansos e nunca atacaram pessoas. “Eles eram tranquilos, sempre brincavam com as crianças. O menino sempre montava nele e nunca aconteceu nada”, disse Luiz Eduardo da Silva, 17 anos, filho do tutor dos cães.

Segundo ele, o pit bull tinha 10 anos e o rotweiller, 1. De acordo com o adolescente, outra mulher havia morado na casa com crianças e não ocorreram acidentes.

Até agora não há informações sobre o estado de saúde do garoto, que está internado no Hospital Regional de Planaltina. Pela tarde a polícia deverá começar a ouvir os depoimentos sobre o caso.

Nota da Redação: Espera-se que a polícia cumpra o seu papel e investigue esse caso de crueldade contra esses dois pobres animais que, segundo toda a vizinhança, eram mansos. O assassino agiu deliberadamente, com frieza e não foi em legítima defesa. O agressor, portanto, ao maltratar e causar a morte dos cães, incorre em crime sujeito a pena de detenção de três meses a um ano e multa, sendo a pena aumentada de um sexto a um terço, por conta da morte das vítimas. 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Sou totalmente contra violência também, mas não julgo a reação do pai, só quem tem filhos sabe, embora a mãe tenha sido negligente, não sei se eu não teria tido a amesma reação do api, pois trata-se de um filho. è fácil julgar quando o ocorrido não foi conosco.

  2. Se um indivíduo mantém cães sob sua guarda para usá-los em trabalho de vigilância de bens e propriedades alheias, alugando-os, ele está escravizando os animais por tirar proveito próprio da condição indefesa deles.
    Se um humano usa um animal como “guarda” de seu bebê e sai porta afora, sem preocupação alguma, ele também deve ser processado.
    Não são os cães quem devem cuidar da integridade física dos nossos bebês. Somos nós.
    Alguns cães, por outro lado, só são “mansos” quando um humano que tem, na mente dele (cão) o estatuto alfa, está por perto. Assim, ainda que esses indivíduos sempre tenham sido mansos quando interagiram com outras crianças, isso não é garantia de que agirão mansamente com bebês na ausência do “alfa da matilha”.
    Na ausência do “alfa”, o cérebro do animal pode produzir a química do medo, como acontece com as crianças quando os pais precisam ausentar-se da casa.
    Sob a química do medo pela ausência do alfa, o resto da mente do animal pode disfuncionar e ele pode, sim, atacar um “animal menor”, tanto para reaver sua posição alfa, quanto por estar emocionalmente vulnerável à ausência dos adultos na casa. O bebê pode ter brincado com o animal de modo meio desajeitado. Nervoso, o animal reage de modo também nada jeitoso…
    Para ter animais em nossa companhia é preciso ler muito sobre a mente deles. Mas, quando é que alguém se interessa de ler algo sobre a mente dos próprios humanos? Vejo que a maior parte dos textos de protesto aqui registrados não indicam nenhuma leitura para enteder esse caso e prevenir outros, ou ajudar as pessoas a entenderem mais de todas as mentes.
    Concordo que o homem foi cruel em seu gesto final. Mas, atribuir seu ímpeto assassino ao fato de “sequer saber ler” é uma violência e ofensa grave a todos os brasileiros e brasileiras que não sabem ler e cuidam dos animais que estão em sua companhia com respeito e amor. O que é que estamos fazendo com nossa capacidade de ler? Se não podemos ensinar aos brutos como viver de modo adequado, de que adianta termos tantos títulos acadêmicos ou diplomas de todo tipo?

  3. Eu perdi um amigo de infancia meu por causa de um Policial, drogado e sem farda e com uma arma na mão. Se eu não tivesse corrido, tinha uma bala endereçada a mim. E isso foi no Plano Piloto, década de 90. Tinha uma bala pra cada um dos 5 que foram comemorar um aniversário numa carrocinha de cachorro quente próxima do apartamento. Alguém aqui foi atrás do cara pra matá-lo ou coisa assim? Não, ele foi julgado e condenado. Hoje ele é portador de necessidades especiais, pois desacatou um coronel e o mesmo o deixou inválido. Eu não precisei me vingar, pois a vida cuida da injustiça… Isto responde a sua colocação @Patrícia de Planaltina e Maria Eduarda?? // Sabe pq o pai fez isso? Primeiro pq foi covarde e eram animais. Pois se fosse algum bandido perigoso ele nem lá iria. E outra, será que este pai/bandido não está colocando as frustrações da separação em cima dos animais e das pessoas? Por isso, em minha humilde opinião, o animal tem mais valor que o homem. E sim, separo os dois. Na minha ótica, vou pela evolução moral em todo seu amplo espectro, o homem difere do animal.

  4. Mais uma do caso: parece que o tutor dos cães fez um BO contra o Pai/Bandido. E pelo que parece, os cães não estavam mordendo (como eu já havia dito, cão não tem mão, tem boca pra segurar) a criança como pareceu… mais uma pros experts contra determinadas raças de plantão…

    http://www.anda.jor.br/?p=181528

  5. Isso Sônia, não é pq não sabe ler ou escrever ou fazer contas… É pq tem índole ruim mesmo. Tudo se resolve na peixeira. O famoso risca-faca. E aqui estamos fartos disto.

  6. Nossa, vi o video, que crueldade. Meu Deus, em que lugar que vivemos.? Não consigo me sentir confortável num lugar assim, se fizesse isso no meu bichinho, há. Cortava PARTE POR PARTE sua, ai sim eu bancaria a covarde.

  7. Coitados os cachorros só esperaramo covarde entrar no quintal e serem assassinados, se fossem animais tão ferozes teriam mordido o pai também. e se os cachorros realmente tivessem atacado a criança, ela não estaria viva, pois são 2 cães enormes. A criança deve ter irritado os cães e eles só quiseram se defender um pouco, e repito se quisessem teriam matado o menino em dois segundos. Muita covardia do pai, um pobre desgraçado, que mora de favor na casa dos outros, pensa que é gente. Ah penso se ele tivesse feito isso na minha casa, minha familia inteira iria até o inferno atras dele. Vingança nele. Ele vai ter o que merece, nunca vai prosperar na vida. em que mundo nós estamos?da até medo… espero que o tutor dos animais não desista de processar o covarde. e quem vai pagar pelo crime, infelizmente vai ser a criança que vai ser despejada junto com a mãe da casa e vai sofrer muito sabendo que tem um pai assassino. Espero justiça!

  8. As reais vítimas foram os cachorros e a criança, amãe deve reponder por abandono de incapaz e o cara que é pai por crime ambiental. a justiça tem que ser feita!

  9. Assustador que algumas pessoas ainda venham defender a atitude do pai em vista do que aconteceu com seu filho! Ora, o ataque dos cães já havia se dado, então não há que se falar em legítima defesa ou emoção exacerbada pois não é justificável, em hipótese alguma, que um ser humano entenda que os animais tenham atacado por mera liberalidade, mas um animal age por instinto e culpa da situação foi totalmente dos pais da criança que tinham o dever de guarda do menor, ou seja, estes pais devem ser condenados até pelas lesões corporais causadas na criança.. Quanto ao pai, que matou os cães covardemente, que passe por muitas desgraças mais em sua vida miserável e infeliz..

  10. Uma coisa eu observei o pai da criança que foi atacada pode ser preso. E o dono dos cães como fica. Ou ele tem dinheiro…!O pai da criança fez o que muitos pais teria feito e o que eu tinha feito também. Sorte do dono do cão que o pai da criança mão estranhou ele também. Pelo jeito os cães têm mais importância do que a criança que foi atacada…

  11. Errado seria deixar animais perigosos como esses livres para morder mais crianças. Esse homem fez um favor pra vizinhança em acabar com essas criaturas. Não deveria receber nenhum tipo de punição, e sim ser elogiado pela boa ação. Sem isso ninguem faria nada até o próximo ataque. Ele fez.
    Nos comentarios ninguem se preocupa com o menininho que foi destroçado pelas feras.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>