• Home
  • Cavalo sofre com lesão grave na pata à espera de atendimento, em Palhoça (SC)

Cavalo sofre com lesão grave na pata à espera de atendimento, em Palhoça (SC)

0 comments

Sacrifício do animal, abandonado e machucado, deve ser nesta quinta-feira - Fernando Salazar / Agencia RBS

A injeção para a eutanásia de um cavalo que está abandonado em Palhoça, na Grande Florianópolis, SC, com uma grave lesão na pata posterior direita, deve chegar nesta quinta-feira (27). O sacrifício do animal será feito por veterinários da Associação dos Amigos e Protetores dos Animais de Palhoça (Aprap), mas depende de estrutura da prefeitura para enterrar o corpo.

— Ele rompeu os dois ligamentos do membro posterior direito, e não há como remendar o ligamento. O animal precisa ser sacrificado — atesta Alexandra Pereira, veterinária da Vigilância Ambiental de Palhoça, que examinou o cavalo.

Animal está gravemente lesionado (Foto: Reprodução)

A previsão é que o composto químico T-61, comprado pela Aprap para a eutanásia, seja entregue até o início da tarde desta quinta-feira. O medicamento foi adquirido de uma distribuidora de produtos veterinários de Joinville.

Nesta sexta-feira, dia do funcionário público, não haverá expediente na secretaria de obras de Palhoça, o que pode ser um problema, já que a eutanásia será aplicada somente se houver estrutura da prefeitura para enterrar o corpo, segundo a presidente da Aprap, Chalma Teixeira.

– Deixar o corpo no local até a próxima segunda-feira é um problema de saúde pública, mas deixá-lo no local sofrendo até semana que vem também não é correto – explica.

O animal está no terreno do Conselho Comunitário Brejaruense, perto da Escola Estadual Urbana Profº Benonivio João Martins, no Bairro Brejaru.

Segundo o secretário de Obras, Alberto Weingartner, há uma equipe em contato com a Aprap para que o corpo do animal seja enterrado ainda nesta quinta-feira.

O T-61 é usado na eutanásia de animais de grande porte e por isso tem a venda controlada somente com a autorização de um veterinário.

Para este caso, foi comprado um frasco com 50 mL, suficiente para animais de até 500 quilos. A veterinária da prefeitura, Alexandra, se responsabilizou por realizar o sacrifício do cavalo.

Fonte: Diário Catarinense

Nota da Redação: A eutanásia é um recurso que deve ser utilizado apenas em último caso, para evitar que o animal acometido por doença ou ferimentos graves não sofra ainda mais. Neste caso, não ficou clara a necessidade de sacrificar o cavalo. Não existiriam possíveis tratamentos para mantê-lo saudável, ainda que com sequelas das lesões?

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Ele me parece bem saudável, tirando a pata machucada. Já vi até cavalo amputado viver normalmente… é tudo uma questão de cuidado e carinho, mas tem gente que prefere se livrar do “problema”.

  2. Absurdo esta atitude.
    A ONG “Chicote Nunca Mais”, de POA, já salvou animais com muito mais problemas que este aí, e este pessoal quer simplesmente sacrificá-lo, optando pela forma mais prática de resolver ” o problema” ??.
    Será que não tem ninguém na região para abraçar esta causa sem matar o pobre do animal?? REVOLTANTE.

  3. Tem que se tratar o animal!! Os cavalos sao dos animais mais inteligentes, sensíveis e próximos do homem!! Em vez de se investir o dinheiro na injecção letal, deve-se tratar o animal e depois encaminhá-lo para quem o queira “adoptar!!” De certeza que há pessoas com fazendas que nao se importam de ter um cavalo mesmo que nao possa fazer aqueles saltos altos!!! Tem que se lutar pela vida do bichinho!!!

  4. Ñ concordo com o sacrifício deste animal,ele está comendo, portanto ainda quer viver…qd um animal ou pessoal está realmente sofrendo, ñ come.Com certeza podem sim tratar o ferimento, msm q ele fique sequelado.Mas acham mais fácil sacrificá-lo do q garantir a vida de um animal q ñ poderá mais puxar carroça nem carregar ngm no lombo.

  5. Sou do estado de São Paulo, Aparecida, interior….como trazer o bichinho aqui? eu pegaria ele pra mim e trataria dele. Ninguém da região, proximidades pensa em algo assim? Foi divulgado já, quem puder, ajude como conseguir, a prefeitura deu o veredicto, mas nada impede uma ação intervencional!

  6. EU SEMPRE FICO PERPLEXA E ENTRISTECIDA QUANDO ME DEPARO COM SITUAÇÕES DESTE TIPO. QUER DIZER QUE SÓ PORQUE ESTE LINDO CAVALO NAO SERVIRÁ PARA USO EM TRABALHOS, ELE NÃO PODE VIVER? PROVAVELMENTE HÁ MEIOS ALTERNATIVOS PARA ELIMINAR COM SUA DOR E CURAR ESTA PATA, ELE TERA UMA VIDA NORMAL. NÃO HÁ ESTE RADICALISMO COM OS SERES HUMANOS, OU SEJA, SE O PÉ ESTA MACHUCADO, A PESSOA VAI FICAR MANCANDO NENHUM MEDICO MANDA SACRIFICAR A PESSOA, POIS ELA TEM DIREITO A VIDA E PORQUE COM OS ANIMAIS É DIFERENTE? ELES SAO TANTO FILHOS DE DEUS QUANTO NOS E MERECEM O MESMO RESPEITO A VIDA. HUMANIDADE JÁ PASSOU DA HORA DE MUDAR SEUS CONCEITOS E VALORES, ESTAMOS NO SECULO XXI, ACORDEM!!!!!!!!

  7. QUE ABSURDO, ANIMAL SAUDÁVEL SÓ PQ ESTÁ COM PROBLEMA NA PATA TEM QUE SER SACRIFICADO, SE FOSSE ASSIM TDO MUNDO QUE QUEBRA UM PÉ UMA MÃO TEM QUE SER SACRIFICADO TAMBÉM. AH DESCULPE, ESQUECI QUE MATAR O CAVALO DÁ MENOS TRABALHO E GASTO DO QUE PROVIDENCIAR UM TRATAMENTO. A PREFEITURA NÃO TEM DINHEIRO PARA ISSO NÉ. DESCULPE!!!! ABSURDO.

  8. Não tenho condições de cuidar de um cavalo, mas concerteza o traria pra SP se tivesse. Como pode-se notar ele está saudável, pastando, nao apresenta sinais de desidratação ou fraqueza!!!! PQ QUEREM SE LIVRAR DELE SIMPLISMENTE ASSIM!?!?!?! Gostaria mto de saber oq aconteceu com ele!!! Como é triste ter que ler noticias assim!

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>