• Home
  • Cachorro 'guardião' protege companheiro que morreu atropelado

Cachorro 'guardião' protege companheiro que morreu atropelado

26 comments

(Foto: Fernando Castro/G1)

Um cachorro “guardião” chamou a atenção de moradores do bairro Guabirotuba, em Curitiba, neste sábado (24). Desde as 7h, ele protege seu companheiro – outro cão -, que morreu após ser atropelado por um veículo.

Testemunhas contaram que uma veterinária conseguiu levar o animal morto até a calçada da Rua Durval de Morais esquivando-se, na medida do possível, dos ataques do protetor – que tem sido alimentado por moradores da vizinhança.

Fonte: G1

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Muito fácil ficar postando pra alguém resgatar o cachorro, mas é muito difícil alguém tomar a atitude. Adotei 5 cães até hoje, e sei que não é fácil cuidar de todos, pois já tinha 4 em casa. Acho que fiz minha parte, se pudesse, faria muito mais, pois cada animal que vejo na rua me parte o coração. Agora, tem gente que só sabe “achar” que alguém tem que resgatar, adotar… e vcs??? já fizeram sua parte????

  2. Atitudes sobre-humanas como esta sempre gerarão polêmica enquanto cada um de “per se” não se responsabilizar pela parte que lhe cabe, incluindo os profissionais que têm o dever de zelar pela saúde e integridade física e emocional dos seus pacientes, pois para isto estudaram anos a fio para cumprir com a sua nobre missão.

  3. É uma pena mesmo ! Uma pena o que aconteceu com o cão atropelado e também, com o guardião. Mas também é uma pena que as pessoas que dizem gostar de animais ainda sejam tão ignorantes, e mal informadas, porque o início de uma posse responsável, começa pela informação e conscientização. Como é que as pessoas podem dizer que a veterinária tinha que fazer isso, aquilo e muito mais. Alguém a conhece? Um colega aí em cima disse que ela tinha que ligar pra alguém, pq ela tem muitos contatos…quem falou???? Eu sou veterinária, e não tenho muitos contatos, tenho que arcar sozinha com os cachorros e gatos que eu ajudo ou adoto! E mais, todos sabem o telefone da prefeitura, do canil e etc…..podem ligar quando quiserem! É muito fácil fazer caridade com a boa vontade dos outros! Sim, eu escolhi a profissão porque amo os animais!!!!! Também acho que cada um deve responsabilizar-se pela cabe que lhe parte…..pq alguém não resgatou o animal e o levou para uma clínica veterinária para ser cercado de todos os cuidados possíveis? Afinal, os veterinários estudaram tantos anos para isso! Para cuidar de seus pacientes! Porque para resgatar e ajudar animais, não é preciso ser veterinário, basta ter vontade!!!!!

  4. Oi Camila: Não precisa carregar o peso de nenhuma culpa.
    Cada um exerce a sua profissão da forma como é capaz de exercê-la. O sol nasceu para todos. Boa sorte!

  5. Você está enganada Oiara, não carrego nenhuma culpa, pelo contrário, carrego a felicidade de trabalhar com aquilo que amo!
    Com todas essas palavras acima, quis contribuir para a conscientização das pessoas, mas parece que não deu certo, paciência. O caminho é longo mesmo! E na verdade, não preciso da sorte, eu traço meu destino!

  6. Gente,a veterinária tirou o Guardião e o outro animal da rua. Quantas pessoas já não devem te-los visto ali e não fizeram nada? Ela fez o que achou que deveria fazer,assim como os vizinhos que alimentam o Guardião. Vão dizer que ao invés de alimenta-lo eles deveriam leva-lo para casa? Casa um faz o que pode. O que importa é que agora ele já está em um abrigo e com certeza será adotado.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>