• Home
  • Labradora explorada em comércio de filhotes sofre com câncer de mama, em SP

Labradora explorada em comércio de filhotes sofre com câncer de mama, em SP

11 comments

Wandercy
wandercy-gomes@uol.com.br

Foto: Divulgação/ Wandercy Gomes

Eu sou a Lola, tenho 12 anos sou uma Labradora legítima na cor chocolate. Durante 12 anos meus “tutores” ganharam muito dinheiro vendendo meus filhotes.

Na última ninhada meus 4 filhotes morreram ,agora estou com cancêr de mama, emagrecendo muito sem falar na dor que sinto, quem
pode me ajudar?

Ela precisa de ajuda e os tutores não tem ajuda para pagar!

Contato: Wandercy Gomes – wandercy-gomes@uol.com.br

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Bonito né!! Na hora de colocar a coitada para cruzar pensaram no dinheiro e devem ter ganhado muito. Agora o minimo que esses desumanos devem fazer e se virar para arrumar dinheiro para cuidar dessa cachorra, afinal enquanto ela estava boa servia. Esses tutores vão pagar tudo que fizerão e fazem para essa cachorra. Aqui se faz aqui se paga!!! DESUMANOS para não falar coisa pior!!!

  2. Exijam na justiça que esses “tutores” custeiem o tratamento do animal!!! Muito fácil para criadores quando protetores resgatam animais em “fim de carreira” com todos os problemas para serem resolvidos.

    DENUNCIAR SEMPRE!!!

  3. Concordo com Débora. se exploraram o animal, agora que paguem pelo dano à ela, e que a Justiça os obrigue a cuidar dela, mas sob vigilância.

  4. Encheram o bolso de dinheiro por 12 anos, tratando a fêmea como uma fábrica de brinquedos e agora não têm dinheiro para pagar o tratamento?!

  5. Gente, não está havendo uma confusão aí??? Acho q os tutores por 12 anos são ‘ex’ tutores não é??? e agora ela está com tutores novos q não tem condições???? o texto não tem coerência…

  6. Se os tutores ganharam muito dinheiro vendendo seus filhotes, está na hora de levaremn a cadela ao veterinário par aum tratamento decente. Se não fizerem este procedimento devem ser denunciados e a lei deve tomar partido a favor do animal e contra os ditos “tutores” ou então deve existir na localidade tratamento nas universidades (federal) e outras é só correr atrás. Onde os custos são bem menores.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>