• Home
  • Gato espera tutora em plataforma de trem todos os dias

Gato espera tutora em plataforma de trem todos os dias

15 comments

Foto: Reproducão/ O Globo

O ritual se repete todos os dias. Pela manhã, Graeme acompanha a dona de manhã até uma estação de trem de Melbourne (Austrália). Nicole Weinrich vai para o trabalho. Mas o fiel escudeiro não desgruda dali. O gato já ficou tão famoso que ganhou o apelido de “Rock Star”. Muitos passageiros o conhecem pelo nome e fazem carinho na cabeça de Graeme.

Quando a noite começa a cair, Graeme muda de plataforma à espera da tutora. Os dois sempre se reencontram. O gato é tão esperto que não usa o caminho mais curto – e perigoso – para ir de uma plataforma à outra. Ele faz como os passageiros: utiliza o caminho subterrâneo.

Foto: Reproducão/ O Globo

“Ele sempre parece saber em que vagão eu estou e fica sentado atrás da linha amarela até que as portas se abram, porque ele é ciente da segurança. Ele é um gato maravilhoso”, disse Nicole, de acordo com o “Herald Sun”.

Mas a australiana revelou também um temor: Graeme é tão chegado aos humanos que vez ou outra acaba entrando em um trem e parando em outra estação.

Foto: Reproducão/ O Globo

Graeme estava no “corredor da morte” de um abrigo para animais. Até que foi adotado por Nicole.

Graeme tem até página no Facebook. “Ele tem cerca de 60 amigos”, disse Nicole.

Fonte: O Globo

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. O gato não é o tipo de animal que se acorrenta, Patricia!
    Uma prova de que muitos preferem cachorros doque gatos por acharem que o gato se apega ao território e o cão ao dono, vemos então o amor do gatinho, lindo! Lembra aquele filme Sempre ao teu lado!

  2. Mais uma prova do afeto incondicional e desinteresado que possuem os animais; temos muito que aprender deles. Mesmo sendo uma linda história poderia acabar em tragédia pois os
    animais nao sao tao espertos como pra enfrentar sozinhos os muitos perigos que existem numa cidade.

  3. Lembra a conduta do Akita Hachiko de “Sempre ao seu lado”.
    Adoro esse filma e choro tds as vzs que assisto. Amo gatos mas já perdi dois , que desapareceram. Concordo com a Juliana Rossi Cordeiro, além do gato ñ ficar acorrentado , pode em seus passeios esbarrar com pessoas desumanas e aí só Deus e S.Francisco de Assis para protegê-los.

  4. É muito bonito, porem perigoso para o gato! Quem discorda é porque não conhece ou nunca teve gato. Eu preferia que ele a esperasse em casa, na segurança do lar!

  5. Certo mesmo era uma cidade SEGURA onde as pessoas respeitassem os animais sem agredi-los, e independente de serem donos ou não ajudar se algum animal corre perigo ou se precisa de ajuda. Esse gato não duraria muito tempo no metrô aqui de SP muito tempo sozinho. Felicidade é confiar nas pessoas para que cuidem dos animais.

  6. Concordo. Posse responsável não é trancafiar um gato dentro de casa. Mas conforme dito na reportagem, as pessoas conhecem o gato e gostam dele, e na coleira deve haver informações sobre a tutora, caso o gato se perca.

    Achei lindo ;3;

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>