• Home
  • Após chegar a São Paulo, leão passará por bateria de exames

Após chegar a São Paulo, leão passará por bateria de exames

9 comments

O leão Simba, agora rebatizado de Antuak, está em uma jaula separada dos demais felinos até que os exames necessários sejam realizados (Foto: Raphael Prado/G1)

O leão Simba, que vivia num zoológico desativado em Ivinhema (MS), a 297 km de Campo Grande, foi rebatizado de Antuak – que significa “energia da transformação” – e já está em seu novo lar, em Cotia, na Grande São Paulo, onde passará por uma bateria de exames.

Cravada no meio da mata de um sítio a cerca de 40 km do Centro de São Paulo, a Associação Santuário Ecológico Rancho dos Gnomos tem 25 mil m² de área onde Antuak irá conviver com outros 14 grandes felinos: um tigre, uma onça e mais 11 leões.

O animal está numa jaula separada, em quarentena, até que passe por uma bateria de exames. “Ele está em adaptação porque, por pior que fosse o antigo lugar em que morava, tirá-lo de lá é uma mudança grande”, diz a veterinária Kelli Spitaletti, que cuida do animal. Ela é uma dos 12 funcionários do Rancho dos Gnomos, que tem mais de 300 animais – entre araras, papagaios, jabutis, emas e porcos. São mais de cem cachorros e 40 gatos.

Antuak nasceu em um circo. Por volta dos 2 anos, foi entregue ao zoológico de Ivinhema (MS), fechado pela prefeitura local por falta de condições de cuidar dos animais. Lá permaneceu por mais ou menos dez anos. A partir dessas contas, os técnicos do Rancho dos Gnomos calculam a idade do animal: cerca de 12 anos.

A suspeita é que Antuak tenha algum problema na coluna. Ele não quis descer sozinho da jaula móvel que o trouxe para São Paulo e caminha com dificuldade com as patas traseiras. Em cerca de 30 dias, deve fazer uma radiografia para determinar as causas dessa dificuldade de locomoção. Antes disso, ele ainda não tem condições de passar por uma anestesia. É preciso esperar que a imunidade do leão aumente.

Mantras e florais

A veterinária Kelli diz que todos os animais que chegam ao Rancho dos Gnomos sofreram algum tipo de maus-tratos. Para mudarem completamente de vida, segundo ela, ganham um novo nome. “Quando fomos buscá-lo, ele não queria entrar [na jaula]. Então fizemos um exercício grande com o Mantra de Antuak e ele entrou”, diz, explicando o novo nome do animal.

O Rancho do Gnomos é uma ONG mística que cuida dos animais. “A gente tem uma proteção muito grande do Plano Sutil. A gente consegue tratar os leões, em alguns procedimentos, sem anestesia”, acrescenta a médica, que, como todos do corpo técnico do Rancho dos Gnomos, é vegana – não come nenhum alimento de origem animal.

Enquanto a reportagem do G1 conversava com a veterinária e tirava fotos do leão, um técnico chegou com o almoço e a “medicação”: dois frangos inteiros e uma dose de florais, “para melhorar o ânimo” de Antuak, segundo Kelli. Em menos de cinco minutos, nada sobrou da comida. A água com o floral ele deixou para mais tarde.

Manutenção dos animais

Para cuidar de todos os animais no Rancho dos Gnomos, a ONG conta com a ajuda de associados, que pagam uma mensalidade a partir de R$ 15, o trabalho voluntário de alguns técnicos e patrocínios de empresas, geralmente de produtos veterinários.

Há seis anos a cidade de Ivinhema (MS) solicitava ao Rancho dos Gnomos que recebesse Antuak – à época, Simba. Sem condições de bancar o traslado, a ONG não foi buscá-lo. Até que uma campanha na internet, iniciada por moradores da cidade sul-matogrossense, conseguiu o patrocínio de uma empresa aérea e uma seguradora, e possibilitou a viagem do animal. O Rancho dos Gnomos existe há quase 20 anos em Cotia (SP).

Fonte: G1

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. problemas de coluna? só repararam nisso agora, que ele teve dificuldade de descer da jaula? foram detectar esse tipo de problema no ariel, PROVOU-SE que ninguem nada entende sobre coluna de leoes, e aconteceu o que aconteceu.
    isso ja esta me dando aflição, chamem o dr house ou o dr doolittle.
    ele está em quarentena, mas nao precisa ficar de castigo. ha de haver algum au au desses 100 que possam fazer atividades recreadoras com ele.
    é um santuário, é um santuário, mas freio no ego. porque nao estou vendo nenhum resort pra leao ai. estou vendo um pobre bicho que ja deve ate estar ficando lelé da cuca de tanto literalmente ver a vida passar, inerte.
    menos ego, e mais ação.

  2. ha muitas coisas que pomde estar provocando esse andar assim. ha que se investigar tudo, inclusive se ele está com pedrinhas entre as almofadas da patinha! alguem verificou isso? muito cuidado antes de diagnosticar sem verificar tudo 100%. que agonia.
    tudo vai ficar bem, antuaqui, segura firme neném!

  3. Calma pessoal, é justamente por isso que ele está em quarentena, pra que possa ser minuciosamente examinado e certificado de que está tudo bem com ele (e possíveis problemas possam ser tratados). Lembrando que o zoo que ele vivia estava desativado. Se nos Zoos que funcionam as condições já não são das melhores, imaginem num que não funciona… Vamos ter paciência e torcer pro Simba ficar bem.

  4. Mateus, falar não é agir; Conheço o rancho que é um dos poucos locais no Brasil com suporte para grandes felinos. Infelizmente eles ainda não fazem milagres, mas já os considero anjos. Num mundo onde se fala pouco e age-se menos ainda, qualquer um que fala e faz pode ter um pouco mais do ego elevado.

  5. O resgate do lindo leão Antuak, antigo Simba, representa para todos os amantes e Protetores dos animais, o prenúncio de novos tempos, aonde haverá a conscientização por mais humanidade, amor, compaixão e ética, para todas as formas de vida, e de que eles tem os mesmos sentimentos que nós, e são nossos irmãos, no Planeta! Todo meu amor para o Antuak!

  6. Sou botânica, cursei o curso nessa cidade e fiz coletas no local onde o leão vivia. Era um cubículo, absolutamente revoltante. Apesar de todo empenho de uma pequena parte da população (basicamente a comunidade acadêmica da universidade estadual), somente agora o Simba foi removido. É um animal lindíssimo e espero que possa ter liberdade nesse novo lar. Meu coração se alegra e se emociona com essa possibilidade.

  7. Ao MATEUS.
    Caro jovem, antes de ficar falando asneiras diante da tela de um computador com um linguajar vulgar e critico, com erros de português, FAÇA ALGO! e não tente desqualificar o trabalho do RANCHO DOS GNOMOS.
    Aliás, alguma vez você doou ao menos 20,00(vinte reais) para esta instituição?

    Ficar julgando quem realmente trabalha e se dedica é fácil. Porque você não cobrou desta forma critica o politico que você votou na última eleição?Ele sim ganha e muito bem para criar leis e tomar atitudes, mas infelizmente nada faz.
    Se tiver interesse, tente entrar em contato com o Rancho dos Gnomos e marque uma visita, isto é, se você não for incomodar os animais que lá habitam.

  8. davis quinelato (comentário 7).

    onde exatamente meu linguajar foi vulgar e com erros de português?
    o unico portugues chulo e vulgar que vejo aqui é o seu ao subjugar a quinta categoria os asnos. não uso expressões animalescas, pois em sua maioria diminuem e ridicularizam os animais.
    vai estudar portugues. é um bom caminho pra voce começar a respeitar os animais.
    falo e voce nao vai me calar.
    os animais ficam senis, e isso nao pode ser ignorado.
    e quanto ao rancho dos gnomos, voce sabe a trollagem [palavras ja dirigidas a ela. vide a advogada-bióloga que a enfrentou na rede bichos em uma carta aberta] que uma pessoa ligada a ele andou fazendo na rede querendo manchar a reputação do instituto ariel? a lilian rockenbach. ela é assessora do feliciano. ja que voce falou em cobrar algo dos politicos… olha voce tem linha direta com ela. que maravilha heim? vai la exercer sua cidadania. e nao venha descer o verbo em mim, nao sujeito. me deixa em paz. leave britney alone.
    animais ficam senis, ficam com cancer por causa da depressão. a saude do simba vale bem mais que rasgação de seda.
    e quando for falar com a lilian manda email pois sinal de telefone desorienta as abelhas e as mata. NAO INCOMODE OS ANIMAIS QUE NA TERRA HABITAM.

  9. patricia comentário 4.
    na minha carteira de identidade não está escrito médico ou biólogo. será que eu não tenho o direito de escrever um comentário expressando minha preocupação que vem logo alguem dizer que só falo e não faço nada. e você, o que você fez de concreto? , alem de usar o espaço do site para fazer exatamente o mesmo que critica em mim: postar um comentário que não ajuda em nada? a critica esta nos olhos de quem a ve. voce pode dizer o que for, nao significa que voce esta correta. eu só disse estar preocupado com o simba.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>