• Home
  • Cavalo sai ileso depois de queda em mina de seis metros

Cavalo sai ileso depois de queda em mina de seis metros

4 comments

Na segunda-feira, um cavalo caiu seis metros de uma mina seca, enquanto pastava num terreno onde as freguesias do Muro e Alvarelhos, na Trofa, em Portugal, se dividem. O “Castiço” foi salvo com a ajuda dos bombeiros e sem feridas graves.

O porte pequeno e o peso leve – cerca de 150 quilos – para um cavalo evitaram o pior, mas “Castiço” se comportou com a valentia dos grandes e ajudou no próprio resgate. Isso porque, apesar de se ter visto encurralado num buraco profundo e escuro, após uma queda em que poderia ter ficado gravemente ferido, manteve-se calmo durante as quase duas horas e meia preso, enquanto os resgatistas buscavam solução.

E foi o comportamento sereno do animal que permitiu ao tutor, Manuel Santos, descer e envolvê-lo em cintas, para que uma retroescavadora pudesse eleva-lo até à superfície.

"Castiço" foi salvo com a ajuda dos bombeiros da Trofa e sem feridas graves. Foto: Reprodução/ JN

Não foi preciso muito para concretizar a operação: como a corporação de bombeiros da Trofa não possui uma grua, o tutor do cavalo resolveu pedir auxílio a um amigo e, com a máquina, cordas, cintas e uma escada, o “Castiço” viu a luz do dia, ao cabo de meia hora após o início do resgate.

Se esperneou quando o braço da retroescavadora o mantinha no ar, ao sentir o solo ergueu-se com dignidade nas quatro patas – as de trás feridas -, levantou a cabeça e, com olhar inesperadamente terno, mirou quem o aguardava no exterior.

“Ele estava calmo. Um pouco cansado, também”, contou Manuel Santos.

E, no momento mais aflito do ano e oito meses que “Castiço” leva de vida, ele olhou: desceu os seis metros de profundidade para salvar o cavalo. “Conheço o animal e estou à vontade”, explicou, após o salvamento.

“Com um camião-grua iam fazer exatamente o mesmo”, justificou Manuel Santos, que, mais de uma hora decorrida do incidente, estava impaciente com a demora do resgate. “Por incrível que pareça, apesar de a queda ter sido grande, não aconteceu nada de grave. Só ficou ferido na parte da garupa, sem gravidade”, esclareceu a veterinária municipal, Joana Matos.

Fonte: JN

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. que noticia maravilhosa. nao tinha a máquina correta, mas não demoraram a se esmerar em fazer o melhor possivel com o equipamento disponivel, as faixas segurando pelos braços para não apertar o pescoço. estão todos de parabéns.

  2. Que bom que ele foi salvo sem nenhum ferimento, um milagre. Seja feliz, cavalinho… parece que seu tutor te ama mto e vai cuidar bem de você :).

  3. Esses atos de amor me fazem AINDA ter esperança nas pessoas em harmonização com a natureza!!! Parabénsss para esses anjos que se preocupam com nossos animais!!!

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>