• Home
  • Protetores pedem ajuda para situação precária de 300 animais que vivem em sítio em SP

Protetores pedem ajuda para situação precária de 300 animais que vivem em sítio em SP

10 comments

Carolina
marjos2001-1@yahoo.com.br
Divulgação

Eu estive pessoalmente algumas vezes nesse depósito de cães e posso dizer que o fato descrito abaixo é verdade. Boa parte dos cães não estão castrados e cruzam entre si, muitas ninhadas, cães morrendo sem assistência nenhuma. Posso relatar vários casos que presenciei, tenho muitas fotos.

Para os que tinham dúvida, por favor vejam as fotos enviadas pela própria ONG que tenta ajudar os animais resgatados pela dona da casa de Moema. Ela possui um sítio em Parelheiros, em SP – com acesso para poucos, porque ela não divulga, sabendo da repercussão. O sítio, com no mínimo 300 cães, conforme me disse pessoalmente a dona, quando esteve na minha casa, é cuidado pelo pai dela, um senhor de 72 anos, que tem catarata e dificuldades de locomoção.

A ONG, – Cão Solidário, que dispõe de mais fotos no Facebook, tenta castrar 50 cadelas, mas não estão conseguindo. Relatam perceber a cada visita animais novos (ela continua recolhendo, mesmo sem espaço, higiene, ração, condições), e a não disponibilização de animais em condições de serem adotados.

Por 3 vezes no último mês, tiveram que fazer um aporte grande de ração; estão cansados porque o número de animais aumenta, nunca diminui. A dona é difícil, não enxerga como os animais realmente estão. Desde o início da ajuda a situação melhorou pouquíssimo. Cercaram parte do local, pois os animais atacavam pessoas fora da propriedade. O aluguel está atrasado há meses, o proprietário quer desalugar, tamanha a sujeira, a imundície e a crueldade da situação. Ratos transmitem carrapatos aos demais animais, muitos morrem à mingua, com tumores, dando cria, sofrendo.

O local é de difícil acesso, o senhor tem somente um celular, que não funciona muitas vezes. Eu tenho o endereço e quero fazer alguma coisa. Como me disseram várias pessoas que conhecem o sítio, a casa é “café pequeno” perto da situação de Parelheiros. ONGs, Anvisa, Prefeitura, saúde pública, TVs, quem me ajuda? Quem encaminha? Quem se junta a mim? Quem entende que esta família precisa de ajuda? Que não conseguem admitir ou enxergar o horror? Que acham que recolhendo e dando este tipo de vida estão salvando, quando na verdade estão fazendo justamente o contrário? As adoções são aleatórias, poucas, inconsistentes?

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Reclamam da falta de ajuda mas não divulgam dados para que as pessoas possam colaborar.
    Forneçam dados (contas em banco,etc.)

  2. já não é o primeiro relato da dificuldade de ajudar protetores que mais parecem colecionadores e que não aceitam ajuda. você merece toda ajuda, pois poucos teriam sua coragem. pelo que eu tenho visto, o mais provavel seria pedir ajuda pro cidade alerta. não sei o motivo, mas eles tem noticiado bastante sobre cães. esse caso é gravissimo. vou escrever pra la. mas por favor voce tambem precisa escrever ja que é voce que esta a frente do caso, voce tem que demonstrar seu interesse para a produção. vou mandar o link desta pagina do site Anda, pois contem seu email e o relato feito por voce. boa sorte. por favor nao desista mesmo diante desses donos/protetores tao teimosos.

  3. Desculpe, Elias, mas entendi que o pedido de ajuda não é só financeiro – mas tb de apoio , sugestão e uma direção sobre o que fazer – e ela não pode fazer sozinha. Eu faria um BO ,interditava pai/filha e pedia a busca e apreensão dos cães- mas onde colocá-los se todos os abrigos vivem lotados ? Fique em paz Carolina, se Deus quiser muitos de SP vão ler e te ajudar . Tadinho do peludo da foto e de tantos outros !

  4. Gente que dó desses bichinhos! Precisam da ajuda de todos, e os protetores que estão mais perto por favor!!!!!!! A gente pode ajudar com dindim de longe mas vcs tem que agilizar

  5. Mais um colecionador de cães.

    Realmente, esta noticia precisa de mais informações de localidade ou poderia ser o pedido de contato pelo seu e-mail.

  6. é preciso tamb~em denuciar esses tipos colecionadores!!!! protetor tem a resposabilidade, de resgatar, alimentar, medicar, cuidar e colocar em adocao! nao concordo com essa familia que acha que faz o bem, praticando apenas uma espécie de depósito! primeiro nao considero essa gente protetores, desde quando abrigam sem ter condicoes! segundo a deficiência de tudo no local!se há alguma conciência, e um espaco, por favor, separem as cadelas, dos caes, porque com toda certeza vao cruzarem entre eles! levando maior acidente de novos filhotes! é preciso denunciar essa senhora! que é doente! e egoísta! olhem a foto acima! será que um nao se dar conta, que é preciso fazer algo, parar!!!!!sou protetora, e muitos dos meus protegidos vevem na rua, porque nao consigo abrigo! moro em apartamento,de 2 quartos e tenho 5 caes! e vaga sempre para 1 ou 2 animais em resgate! os caes que cuido afora, estou sempre que diariamente observando-os, alimentos-os, vacino, vermifugo, e de pouco a pouco vou castrando um por um, quando nao tenho dinheiro , nem ajuda, sempre no período de cio, as fêmeas que ainda estao sem castrar, tratro imediatamente de aplicar a vacina anti-cio. estao com bom peso, aplico também a vacina contra pulgas e carrapatos, que custa aqui 8 reais. dentro da minha bolsa sempre tenho como 3 sopinhas para caes, se por acaso encontro algum fora da minha área de protecao. quando encontro alguns simpatizante da causa, ofereco racao, e medicamentos, afim de que sigam protegendo o animal, sempre estou buscando lares temporário, para poder seguir castrando, infelismente nao posso salvar o mundo, nao posso traze-los todos para minha casa, mais tenho conciência que sim, podemos também na propria rua, ajudar e cuidar, aqueles que nao encontram um lar! nao posso sair arrastando todos que encontro para fazer um depósito, as vezes privando esses animais até mesmo de um possível protetor! conheco muitos que nao querem animais em suas casa, mais quando estao em seus terrenos, ou perto de suas residÊNcias, estao dando de comer a muitos caes de rua, e muitos deles oferecem sua protecao, sem te-los que leva-los para sua casas. O que posso dizer, pobre desse resgatado, que ao invéz de ter um lar, abrigo, e amor! vao diretamente para uma espécia de marmorra! sem opcao de escolha!

    nota zeroooooo para essa familía! cicília vou estar divulgando, e tentando ajudar! parabéns! a voce!

  7. É interessante como tentam fechar a Cão sem Dono, que está organizada e esses casos ficam ao léu, sem ajuda, sem solução.
    Sem a colaboração da família, só retirando os animais de lá, mas como foi escrito acima, para onde?
    Talvez uma campanha maciça pela mídia obrigue a prefeitura a tomar alguma providência e sinceramente, até a rua é melhor que isto.

  8. Maria Neves, concordo em tudo que v. diz e faço exatamente como você. Não posso abrigar mais que um até doá-lo (e mesmo assim é difícil doar), mas faço o que posso com os cães na rua mesmo.

  9. Gente, se quiserem maiores detalhes procurem o cao solidario por favor pq eles eh qestao pondo a mao na massa desde o ano passado. Vcs encontram eles no facebook, orkut e parece q tb tem uma pagina. Quem quer ajudar com dinheiro e’ muito bem vindo mas e’ apenas um paliativo e’ preciso uma denuncia publica, aparecer na TV, alguem tem o contato de algum programa de TV? Podem mandar para marjos2001-1@yahoo.com.br

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>