• Home
  • ONG será responsável por animais silvestres que aparecerem em São José dos Campos (SP)

ONG será responsável por animais silvestres que aparecerem em São José dos Campos (SP)

2 comments

Foto: Reprodução/VNews

Em meio a tantos exemplos de maus-tratos a animais, parece que em São José dos Campos (SP) a situação pode mudar. A prefeitura fechou parceria com uma ONG para que ela fique responsável pelo resgate e salvamento de animais silvestres que aparecerem pela cidade. Muitas pessoas não sabem o que fazer, quando se deparam com um animal desses circulando pelas ruas.

Numa rua de tanto concreto uma visita inusitada. Elias relembra o dia em que viu um gambá passar pelo local. “Eu vi o pessoal tirando foto e eu vi que ele tava correndo pela rua. Ele se escondeu na árvore e ficou até o dia seguinte, quando eu decidi ligar pra prefeitura”, conta o morador.

No ano passado, uma capivara veio parar dentro de uma padaria no centro da cidade. Assustou a todos e deu trabalho para os homens do resgate.
Alguns animais não tão comuns assim ao nosso convívio andam aparecendo pela cidade. Inclusive, espécies raras.

Em São José dos Campos, os animais silvestres estão aparecendo principalmente nas regiões norte e oeste. Não é que eles estejam invadindo nossa área. A cidade é que está crescendo e tomando o espaço deles. “A ideia é que esse trabalho perdure por um ano
pra que a gente tenha um mapeamento das zonas de maior ocorrência desse tipo de encontro de animais na cidade, estipular uma política pública permanente, recolher esses animais e devolvê-los pro habitat”, explica o secretário do meio ambiente André Miragaia.

A prefeitura fechou uma parceria com o instituto ecológico e de proteção aos animais para a captura e recuperação desses bichinhos.
Desde abril, dezesseis já foram resgatados. Marcelo trabalha nesse desafio há muito mais tempo. Treze anos. Nesse período já recuperou quase mil animais em todo o vale do paraíba. É um salva-vidas de muitas espécies. No carro, todo o aparato necessário para resgate. “A gente tem lanterna, luva de proteção, rede de neblina pras aves, pra caso ela sair a gente conseguir pegar”, afirma o Marcelo Godói

No instituto, estão em recuperação um cachorro do mato arisco, muitas araras azuis, siriemas e uns macacos barulhentos. Eles são os animais que mais costumam aparecer pela cidade no inverno. A recuperação antes de devolvê-los à natureza é fundamental. Quem encontrá-los pelo caminho, cuidado e carinho com eles. “Se for uma ave, por exemplo, colocar uma caixa sobre ela. Se for um mamífero tentar isolar de alguma forma. Enfim, manter a segurança do animal e da população”, reforça o biólogo.

Quem vir um animal silvestre na rua, pode ligar para o número 156, da prefeitura.

Para ver o vídeo da reportagem, acesse aqui.

Fonte: VNews

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. BOA NOITE,EM PRIMEIRO LUGAR FICO MUITO CHATEADA EM PENSAR QUE EXISTEM PESSOAS QUE NÃO SE IMPORTAM COM O BEM ESTAR DE UM ANIMAL,SIMPLESMENTE TIARM DE SEU HABTAT E QUANDO SIMPLESMENTE COMEÇAM A DAR TRABALHO DESCARTAM COMO SE QUALQUER BICHINHO NÃO SENTISSE DOR OU SENTIMENTO ALGUM.A SEMANAS ATRAZ VI UMA REPORTAGEM NO TUDO A VER PAPAGAIOS QUE FICARAM COM PROBLEMAS E NÃO VOARAM MAIS E TERIAM QUE SER CUIDADOS A MÃO,ENTRE ELES UM MACAQUINHO TAMBEM,QUERIA SABER SE EU PODERIA ADOTAR UM ASSIM PRA SER CRIADO A MÃO,E SE PUDER COMO FAÇO,ME INTERESSEI PELA ADOÇÃO POIS SEMPRE QUIZ TER UM PAPAGAIO PRA SER CRIADO COMIGO MAS NÃO TERIA CORAGEM DE TIRA-LO DA NATUREZA SENDO ELE LIVRE PRA VOAR,SOU APAIXONADAS POR BICHOS QUERO MUITO AJUDAR NESSES TRABALHOS.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>