• Home
  • Cavalo que puxa carroça sofre acidente em Rio Grande (RS)

Cavalo que puxa carroça sofre acidente em Rio Grande (RS)

17 comments

(Foto: Fábio Dutra)

Na tarde de sexta-feira, 1º, no centro da cidade de Rio Grande, por volta das 16h, uma carroça transitava pela rua Marechal Floriano Peixoto e, quando estava na esquina com a rua Francisco Marques, quebrou um dos varões do veículo, ocasionando a queda do cavalo. Logo em seguida, o animal levantou-se e, aparentemente, não apresentou lesões.

Mas a representante de uma ONG protetora de animais, identificada como Cátia Moreira, que passava pelo local, disse que o animal apresentava sinais de maus-tratos. O cavalo e o responsável pelo animal foram conduzidos para registro de ocorrência na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA).

(Foto: Fábio Dutra)

Com informações de Jornal Agora

Nota da Redação: Pelas fotos pode-se notar explicitamente o estado de maus-tratos em que o animal se encontra. Os ossos estão visivelmente aparentes no cavalo, que está praticamente ‘pele e osso’. É chocante perceber que a população, a imprensa, a polícia estejam insensíveis e indiferentes à violência que é praticada contra os animais explorados como escravos, a puxar carroça diariamente sem que um mínimo de compaixão seja a eles destinada. Com frequência noticiamos casos de animais ‘de carga’ que morrem após serem explorados à exaustão. Basta de chicote e crueldade. Fim às carroças!

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. NA MAIORIA DAS VEZES ESTES ANIMAIS SÃO USADOS P/ CARREGAR RECICLÁVEIS,SE O PODER PÚBLICO TIVESSE UMA AÇÕES P/ INCENTIVAR COPERATIVAS COM ESTAS PESSOAS ACABARIA COM ESTA PRÁTICA CONTRA A VIDA COMO TAMBÉM HAVERIA MELHORES CONDIÇÕES P/ OS TRABALHADORES E O MEIO AMBIENTE.

  2. Concordo com a nota da Andanews, é impressionante como a sociedade vê esta exploração de forma indiferente. Coloquei no meu Facebook que estou em negociação com a prefeita para proibir o uso de cavalos/carroças em Ribeirão Preto, trabalhamos juntos nesta causa aqui as 3 ONGs: AVA, CAOPAIXAO E PROJETO MURILO PRETINHO. Muita luta, mas estou vendo luz no fim do tunel.

  3. Até qdo vamos ver estas cenas? Nenhum animal nasceu para ser escravo de humanos, muito menos COMIDA..Somente qdo a humanidade respeitar as outras formas de vidas seremos vistos como evoluidos pelas ‘outras’ vidas no universo.

    Luz.

  4. Infelizmente muitas famílias dependem destes animais para sobreviverem. Na opinião, deve-se achar um modo em que ambos os lados saiam beneficiados: os catadores, os animais, o trânsito, etc. Tudo bem que o ideal é que não exista trabalho animal assim como o infantil, mas enquanto isso não acaba, os tutores desses animais devem receber orientações sobre a alimentação, bem-estar, limites e etc desses animais; também devem receber orientações sobre o trânsito; e também devem sofrer punições por não atenderem aos itens anteriores. Acho que se conseguirem equilibrar essa equação o número de acidentes e animais desnutridos irá diminuir.

  5. A maioria desses “motoristas” barbeiros conduz os animais sem licença prévia ou CNH!Carrinhos de tração deviam ter registro , placa e o condutor devia ser habilitado. A crueldade x irregularidade x impunidade é chocante !!

  6. Eu acho que as pessoas que fazem isso deveriam ser punidas severamente porque seria o mesmo que colocar uma pessoa para puxar carroça eu nãio aceito e teve ate uma reportagem no globo reporter de ontem um cavalo que caiu a polícia pegou ele e ele rolou na grama de tanta felicidade eu acho que isso deveria acabar já porque é escravidão animal.

  7. Enquanto a sociedade não cobrar de políticos ações que viabilizem a troca de animais por veículos ora motorizados ora ecológicos, não estaremos ajudando animal algum, apenas fazendo e trazendo solução profilática e nunca curativa.

  8. E o pior de tudo isso é que todos estão vendo e ninguém faz nada pelos pobres animais que muitas vezes estão nas mãos de maus elementos. Por várias vezes tentei falar com alguns carroceiros pq estavam com sobrecarga nas carroças puxadas por cavalos muito magros,só ouvi palavrões e ameaças,alguem tem que ter o poder de fazer isso parar.

  9. O animal, diferente do que foi publicado ficou mais de 30 minutos deitado no chão, sem condições de levantar. No local estavam mais de 20 pessoas além da Guarda Municipal que organizava o trânsito e depois a Brigada que já havia sido chamada para atender o ocorrido. Quem encaminhou o carroceiro e a mim para o registro na delegacia foi o soldado da Brigada. Antes, o carroceiro foi fazer exame de corpo de delito. Testamunhas do ocorrido não faltam e tenho certeza que de bom grado iriam também prestar depoimento. O carroceiro não possui sequer documento de identidade, ou seja,ele não é civilmente identificado. A perpetuar esta atividade estamos condenando os não humanos aos maus-tratos e os humanos a ficarem a margem da sociedade.

  10. Detalhe: o carroceiro foi gentilmente atendido pelo Brigadiano que lhe aconselhou com voz paternal que cuidasse do animal que estava cansado e que não fizesse mais isto. Como vocês podem notar pelo tom dado na matéria eu exagerei. Ficar mais de meia hora no chão, exausto, não é nada…puxar uma carroça o dia todo não é nada…ser incapaz de carregar uma carga não é nada…Temos mesmo muito trabalho a fazer.

  11. Boa Tarde a todos que participam dessa coluna.Veio por intermédio desse espaço mostra a minha indignação contra esse ato de violência, sei que muitos não me conhecem mais eu sou um grande admirador de cavalos e, na minha opinião tem leis para tanta coisa produtivas e não produtivas e desnecessárias,porque não ter uma lei para defender e auxiliar nas condições de animais que não reclamam,não pedem auxilio por tal exaustam,simplesmente se jogam no chão como lixo por não aguentar mais essa vida de “escravidão”,só gostaria de dizer que o tempo da escravidão de pessoas e animais já acabou, então vamos fazer de algo de bom para sociedade,já que as pessoas que deveriam fazer isso, acabam não fazendo.obrigado a todos e vamos fazer um mundo melhor para no futuro não se arrepender de coisas que poderiamos ter feito.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>